Ácido Hialurônico Oral (comprimidos): quais benefícios e como usar?

Fala, gente! Tudo bem com vocês?

Sejam bem-vindos no meu blog!

Para quem não me conhece ainda, eu sou o doutor Oliver, eu sou médico ortopedista,

e eu resolvi fazer esse vídeo, para revelar a verdade e explicar tudo sobre o uso do ácido hialurônico oral no tratamento da artrose e doenças nas articulações.

Fique comigo neste artigo que está bem interessante e pode te ajudar bastante.

Se preferir ver na forma de vídeo, este é um texto adaptado de um vídeo publicado no meu canal do YouTube:

Então, vamos lá?

Muito se fala muito de usar o ácido hialurônico para a pele e infiltração nas articulações, mas hoje tem suplementos de ácido hialurônico junto com outros condroprotetores, como o UC2 e o MSM, para pessoas com desgaste na cartilagem das articulações.

Então vamos esclarecer de uma vez por todas tudo sobre esse assunto e quando eu indico para os meus pacientes.

Então vamos por partes:

O que é o ácido hialurônico

O ácido hialurônico é um mucopolissacarídeo, que é um tipo de glicosaminoglicano igual a condroitina.

Da mesma forma que a condroitina, que a maioria das pessoas já devem ter ouvido falar, o ácido hialurônico também é fundamental para a saúde da nossa articulação.

Diferentemente da Condroitina, que fica principalmente na própria cartilagem, o ácido hialurônico fica principalmente no líquido sinovial, ou seja, ela que ajuda a lubrificar e nutrir a cartilagem.

É como óleo da engrenagem. E da mesma forma que em óleos e graxas, a densidade e viscosidade deles é fundamental.

Para você entender de uma forma simples, imagina assim, que a cartilagem é como um sabão seco e o líquido sinovial é a água.

O sabão, desliza quando tem água. Se você tentar deslizar um sobre o outro, quando seco, ele não movimenta bem, tem atrito. Mas na hora que você molha o sabão, eles deslizam sem atrito nenhum.

Por isso você tem que ter o sabão e a água para dar certo.

Por alguns motivos a viscosidade desse ácido hialurônico pode diminuir e o atrito aumentar na articulação, acelerando o desgaste.

Por isso ele é tão importante. Mas será que tomar suplemento de ácido hialurônico resolve esse problema?

Quais são os benefícios do ácido hialurônico oral

Os efeitos do ácido hialurônico injetado diretamente na articulação são bem documentados, mas têm várias coisas importante para ele dar certo. Eu explico isso melhor em um outro artigo aqui no meu blog.

Mas o efeito da suplementação por boca é outra história, totalmente diferente.

Alguns estudos mostraram que o ácido hialurônico oral teve efeito diminuindo a dor e melhorando o movimento nas pessoas com artrose. Mas não conseguiram mostrar que ele protege a articulação.

Quais os possíveis efeitos colaterais do ácido hialurônico oral

Como o ácido hialurônico é uma molécula familiar ao nosso organismo, que pode ser encontrada até em alguns alimentos de origem animal, ele é considerado seguro na dose recomendada.

Algumas pessoas podem apresentar efeitos colaterais leves, como desconforto gastrointestinal e raramente alergia.

Como tomar o ácido hialurônico para articulação

O ácido hialurônico oral é geralmente encontrado em comprimidos ou cápsulas e geralmente é associado com outros remédios condroprotetores como o UC2, a cúrcuma, o MSM ou a condroitina e glucosamina. A dosagem recomendada é geralmente de 50 a 200 mg por dia.

Mas antes de sair comprando esse suplemento leia esse artigo até o final.

Agora vem a parte mais importante, que eu vou explicar quando que eu indico esse suplemento para os meus pacientes.

Agora que vocês já sabem qual a função do ácido hialurônico nas articulações, vamos ver como que suplemento age no corpo.

Como o ácido hialurônico age no corpo

A molécula do ácido hialurônico, além de ter um nome difícil, é muito grande e é impossível de ser absorvida inteira, quando ela chega no intestino ela é digerida, igual qualquer alimento.

Ela não vai diretamente para articulação, isso é conversa e papo de vendedor.

Os estudos científicos, mostram que o ácido hialurônico pode modular a inflamação e o sistema imunológico na articulação parecido com o suplemento do colágeno tipo 2.

Outra linha de raciocínio é que ela funciona parecido com a condroitina e glucosamina, que já se mostraram que não servem para muita coisa.

Infelizmente os estudos com a suplementação com o ácido hialurônico para artrose, foram realizados em animais, em pequenos grupos de pessoas ou foram feitos junto com outros suplementos, então o nível de evidência científica é mais baixo.

Então eu, particularmente, não costumo passar para os meus pacientes porque é um custo a mais e acho que tem coisa melhor no mercado por aí, pelo menos com mais estudos.

Olha gente, aqui eu estou falando de ácido hialurônico oral, em comprimidos. O injetável, eu acho muito bom quando bem indicado!

Se a pessoa comprou algum suplemento que já vem com ele, não tenho nada contra em tomar, não acho que vai fazer mal. E se quiser tentar usar e ver o resultado, também não tenho nenhuma objeção, mas saiba que todos esses remédios para cartilagem demoram algumas semanas ou meses para fazer efeito.

A gente não pode deixar de esquecer que a adaptação do estilo de vida, fortalecimento muscular e perda de peso, são as coisas que mais têm evidência de ajuda a prevenir a evolução da condropatia e da artrose!

Espero que tenha gostado do artigo. Se sim, convido mais uma vez para se inscrever no meu canal e se você tem artrose e precisa de acompanhamento, faço atendimentos em São Paulo e Alphaville (Barueri), assim como por telemedicina.

Agenda sua consulta! Grande abraço e até breve

Artigos:

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0144861719306617

https://link.springer.com/article/10.1007/s00296-014-3047-6

https://www.hindawi.com/journals/tswj/2012/167928/

https://nutritionj.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12937-016-0128-2?crsi=662497080&cicada_org_src=healthwebmagazine.com&cicada_org_mdm=direct