Sintomas de água no joelho

Água no joelho: Principais condições e como é feito o diagnóstico

A água no joelho é uma condição ortopédica resultante da inflamação da membrana sinovial e pode ter como sintoma o aumento do volume do joelho.

Neste artigo, adaptado do meu vídeo do YouTube, eu explico mais sobre as principais causas de água no joelho ou derrame articular. 

O que causa aumento no volume do joelho?

As causas do aumento do volume no joelho podem ser diversas. A primeira delas é o edema de partes moles. Nesse caso o líquido não está no interior do joelho, mas se apresenta como um inchaço nos tecidos moles ao redor dele.

O aumento de volume do joelho também pode ocorrer devido ao maior volume nos ossos e tecidos, assim como no caso da artrose ou de algum tumor próximo ao joelho.

Já o derrame articular se apresenta em casos de artrose, mas não com frequência.

Outro fator para o aumento de tamanho do joelho pode ser o acúmulo de líquido na bursa, na parte exterior da articulação do joelho, chama-se bursite. Assim, em casos internos do próprio joelho, chama-se de derrame articular. 

A primeira imagem representa as bursas do joelho, já a segunda representa a articulação do joelho. 

Sobretudo, se o paciente apresenta uma bursite, o inchaço localizado na bursa se manifesta. Já no derrame articular o joelho pode ficar mais inchado como um todo. 

Quais líquidos acumulam no joelho?

Existem diversos líquidos que existem e podem se acumular no joelho, como:

Líquido sinovial: O mais comum deles, em muitos casos a quantidade do líquido aumenta. Esse líquido têm um aspecto transparente claro, um pouco amarelado. 

Sangue: O sangue é o segundo líquido mais comum que se acumula nos joelhos, condição chamada de hemartrose. 

Pus: O pus é uma secreção amarela opaca que pode ser encontrada dentro da articulação, semelhante a espremer uma espinha ou um abcesso na pele. 

Esses líquidos podem se misturar, mudando o aspecto, dessa forma apresentam grumos, que são partes mais sólidas boiando dentro deles. 

As imagens abaixo representam cada estágio da punção:

  • A primeira seringa tem sangue da hemartrose e a segunda tem sangue com grumos, que são as pelotas amareladas, geralmente esses grumos sugerem infecção; 

  • A seringa abaixo tem líquido sinovial, com aparência serosa, geralmente esse tipo de líquido não é infeccioso, mas pode ser inflamatório;

  • A seringa abaixo contém líquido seroso com grumos e sugere infecção;

  • A seringa abaixo contém o pus puro da pioartrite, ou seja, infecção na articulação. 

Por que ocorre esse acúmulo de líquido no joelho?

Cada um ocorre por alguma razão diferente. Por exemplo, o acúmulo do pus acontece por alguma infecção, já o sangue através de trauma com lesão de algum vaso que sangra para dentro do joelho. 

No líquido sinovial, o joelho acaba produzindo mais líquido que o normal, assim, este aspecto acontece por dois principais motivos. O primeiro motivo é uma resposta do corpo para tentar melhorar a lubrificação da articulação diminuindo o atrito. 

O segundo motivo do acúmulo do líquido sinovial no joelho é a existência de uma inflamação dentro da articulação. Dessa forma, é produzido mais líquido, semelhante a uma pancada e o edema se acumula internamente na articulação. 

Porém, quando o paciente apresenta trauma no joelho a lesão costuma romper vasos sanguíneos e ocasionar sangramento dentro da articulação, causando derrame articular, chama-se hemartrose. 

O que causa a hermartrose?

As principais causas de hemartrose são lesões de ligamentos, luxações e fraturas na patela, fêmur e tíbia. Lesões de menisco podem causar hemartrose, com índice menor de probabilidade. 

Em alguns casos, o joelho pode apresentar um aumento do líquido articular após algum trauma e não causar sangramento, mas sim o aumento do líquido sinovial pelo mecanismo inflamatório local e da tentativa de melhora da lubrificação.

O sangue costuma irritar a articulação aumentando a produção do líquido sinovial, causando aumento no volume do joelho. 

A segunda causa de produção de líquido no joelho, pode relaciona-se às lesões de cartilagem e meniscos. 

Essas lesões podem acontecer por algum trauma ou por uma lesão crônica degenerativa, ou seja, por desgaste.  

Nesses casos, como a cartilagem e o menisco não são muito vascularizados, existe poucos ou nenhum vaso sanguíneo dependendo da região, o aumento de líquido é pelo aumento da produção de líquido sinovial. Assim, os casos podem acontecer por muito esforço no joelho.

Dessa forma, o paciente que não apresenta bloqueio da articulação ou sintomas que travam, mesmo nesses casos podem apresentar limitação e desconforto. 

Portanto, o travamento da articulação pode sugerir que há um deslocamento que está travando o movimento, como um flap ou fragmento meniscal.

O aumento do líquido sinovial pode ter relação com alguma doença?

Sim, as doenças reumáticas podem resultar no aumento do líquido sinovial articular pela inflamação sistêmica do organismo. Como:

  • Febre reumática;
  • Artrite reumatóide;
  • Gota;
  • Lúpus.

Nestes casos, pode-se apresentar uma monoartrite, quando identifica-se só em uma articulação, ou poliartrite, quando afeta mais de uma articulação. 

De todas as causas de derrame articular, essa é a mais provável de se apresentar em mais de uma articulação ao mesmo tempo, nesses casos a razão do problema está pelo corpo. 

Assim, em outros casos, doenças infecciosas podem dar esse tipo de problema com inflamação, sem apresentar infecção na própria articulação, como a febre reumática e a sinovite transitória, geralmente mais comuns em crianças. Além disso, anticorpos produzidos para combater os micro-organismos podem inflamar a própria articulação. 

Como a pioartrite se apresenta?

A pioartrite é a infecção com pus dentro do joelho, com maior gravidade a infecção pode levar à sepse. Além disso, mesmo que não evolua para sepse, as bactérias mais comuns da pioartrite levam ao desgaste de toda a cartilagem de forma rápida. 

A infecção bacteriana das articulações, como a pioartrite é definida, geralmente ocorre através da corrente sanguínea, especialmente em pessoas com sistema imunológico comprometido, como crianças pequenas, idosos, pessoas com diabetes, desnutrição, ou que usem corticoides de forma crônica, ou que tenham passado por transplantes.

A inoculação da bactéria pode acontecer após alguma punção (por exemplo, uma injeção) na área afetada. Caso isso ocorra, pode-se ser necessária a realização de um procedimento cirúrgico ou outro procedimento no local para tratar a infecção. Portanto, recomenda-se evitar punções desnecessárias no joelho para prevenir esse tipo de infecção.

A artrose está associada a pioartrite?

Mesmo sendo a principal causa de derrame articular, o líquido acumulado pela artrose e pela pioartrite são causados por fatores diferentes.

A artrose é uma doença que afeta a articulação de uma forma geral, pode ocasionar lesão crônica de ligamentos, meniscos e principalmente cartilagem. Esse dano na cartilagem pode levar à presença de líquido na articulação, conhecido como derrame articular.

No meu canal do YouTube, você encontra uma playlist com vídeos detalhados sobre a artrose, desde os sintomas, diagnóstico e tratamentos para a condição. Para assistir, clique aqui.

O que é a sinovite?

A sinovite é a inflamação do tecido sinovial, que é responsável pela produção do líquido presente nas articulações. Pode-se ocorrer como parte da resposta inflamatória associada à artrose ou como resultado de outras condições que afetam a articulação.

A artrose pode ser drenada com frequência?

Não! A drenagem da artrose no joelho não é indicada por diversos fatores, como:

  • O líquido pode diminuir sozinho;
  • Puncionando, ele pode acumular de novo;
  • O líquido ajuda a lubrificar um pouco a articulação, a remoção não apresenta benefícios;
  • Puncionar o joelho tem riscos de inocular uma bactéria e causar a pioartrite.  

A punção é indicada apenas se o paciente estiver com dores fortes ou derrame articular, dessa forma o uso de medicamento para tentar diminuir a formação de líquido pode ser recomendado. 

Diagnóstico da água no joelho

Dessa forma, antes de determinar os tratamentos, o mais indicado ao paciente é procurar um médico especialista em joelho para avaliar se há a necessidade de punção ou exames complementares para diferenciar os sintomas.

Para o diagnóstico, é preciso saber que a história e exame físico são fundamentais para identificar a gravidade do caso e se é necessário puncionar ou não. 

Além disso, antes da punção, pode-se solicitar um Raio X para identificar alguma lesão óssea e um ultrassom para avaliar a característica do líquido e a região em que está localizado.  

Ambos os exames são essenciais para identificar se é uma bursite ou realmente um derrame articular, um líquido mais espesso e com grumos ou não. Além disso, caso a suspeita seja de infecção ou inflamação, é possível solicitar antes da punção exames de sangue, como hemograma, VHS e PCR.

A tomografia e a ressonância magnética podem ser utilizadas como exames complementares para avaliar a articulação e identificar se o quadro apresenta-se uma lesão de menisco, cartilagem, ligamento, sinovite, entre outros.

Quando é indicada a punção para a água no joelho?

A punção da articulação é indicada em casos em que todos os exames apontem para uma infecção ou apresente dúvidas. Caso contrário, o tratamento segue clínico.

Quais são os tratamentos clínicos para a água no joelho?

O tratamento clínico para água no joelho pode incluir:

  • Repouso;
  • Medicações analgésicas;
  • Anti-inflamatórias;
  • Gelo;
  • Terapias direcionadas para a suspeita diagnóstica das doenças e lesões.  

Se você deseja saber mais sobre os diferentes tratamentos e medicamentos para dores e inchaços no joelho, confira os vídeos do meu canal. Lá, eu informo sobre quais tratamentos eu costumo utilizar no meu consultório com mais frequência.

A avaliação correta é fundamental para o diagnóstico e tratamento adequado. Portanto, na dúvida, procure um médico especialista, ou seja, um ortopedista

Sou o Dr. Oliver, médico ortopedista especialista em cirurgia de joelho. Caso seu joelho apresente inchaço, agende uma consulta, estou disposto a te ajudar.

AGENDE UMA AVALIAÇÃO INICIAL COM O DR. OLIVER ULSON

Entre em contato