Arcoxia X Celebra – quais seus riscos?

Description: C:\Users\Lourenço\Desktop\MKT Digital\Ortopedista em São Paulo\Imagens\remédio pote.jpeg

            O Arcoxia e Celebra, junto com o meloxicam, estão entre os principais anti-inflamatórios usados na dor crônica e aguda. Mas você sabe porque esses remédios são controlados e quais seu são perigos?

            Esses são os nomes comerciais dos medicamentos referências do etoricoxibe e celecoxibe respectivamente. Podem ser também encontrados nas farmácias pelos nomes de Hetori, que também é etoricoxibe, ou o Coques que também é celecoxibe.

            Bom, os dois remédios são da mesma classe de anti-inflamatórios, inibidores seletivos da COX-2.A cox é uma enzima que esta principalmente relacionada à inflamação, função dos rins, coagulação e proteção contra acidez do estômago.

            É por isso que muita gente tem gastrite quando toma a maioria dos antiflamatórios. De uma forma geral, a maioria dos anti-inflamatórios atua nas duas principais cox, na 1 e na 2. A 2 esta relacionada principalmente à inflamação e a 1 à proteção do estômago.

            Assim, remédios como os inibidores seletivos da cox 2, como o etoricoxibe e o celecoxibe, diminuem a inflamação e controlam a dor sem tirar diminuir a proteção do estômago contra a acidez, evitando a gastrite, principalmente no uso crônico.

            Eles servem para vários tipos de dores e quadros inflamatórios, desde traumas e dores agudas, até dores musculoesqueléticas crônicas, como artrose, artrites, como a reumatóide, a gota, entre outras.

            Os riscos e efeitos colaterais dessa classe de antiinflamatórios são um pouco diferentes, e é aqui que eu explico porque esses remédios precisam de receita controlada

            Esses remédios aumentam o risco de doenças cardiovasculares, como infarto cardíaco. O Viox era um anti-inflamatório muito bom, da mesma classe, mas que foi retirado do mercado pelo aumento do risco de doenças cardiovasculares, como o AVC e infarto agudo do coração.

            Outros efeitos colaterais incluem fraqueza, crise de asma, tontura, náuseas, aumento da pressão, urticária e alergia, insônia e desconforto abdominal.

            Assim, esses remédios são contra-indicados para asmáticos, pessoas com doenças no fígado, coração, pressão alta descompensada, pessoas alérgicas, gestantes,mulheres amamentando, crianças e outras doenças cardiovasculares.

            Esses remédios só existem na apresentação em comprimidos. O tempo de uso é variável e vai depender de cada doença e é fundamental um acompanhamento médico.

            A dose usual do Etoricoxibe (que é o Arcoxia ou Hetori) é de 60 a 90mg uma vez por dia. Já o celecoxibe (que é o Celebra ou Coques) é de 200 a 400mg por dia, que pode ser em dose única de 200mg ou divididas em duas doses de 100 a 200mg de 12 em 12 horas.

            É bom reforçar que estes remédios são anti-inflamatórios e não antibióticos ou seja eles não possuem capacidade de matar bactérias, nos quadros infecciosos são utilizados apenas como medicamentos sintomáticos.

            Mas qual o melhor dos dois?

            As indicações e efeitos colaterais dos dois são semelhantes, mas de uma forma geral o arcoxia tira mais a dor, mas tem mais risco cardiovascular que o celebra, então se a pessoa tem alguma doença ou fator de risco, acabo indicando o celebra ou coques, caso contrário, dou preferência pelo arcoxia ou o hetori.

            Outra observação importante é que na grande maioria das vezes o antiinflamatório serve como um medicamento sintomático, portanto, se você tem alguma dor e não sabe a causa, é fundamental que procure um médico para tratar a causa do problema e não apenas seus sintomas

            Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários.           Agora se necessita agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri / Santana de Parnaíba) e por telemedicina.

REFERÊNCIA:

Bula Arcoxia

Bula Celebra