Artroplastia do Joelho


Índice

1. Artroplastia do Joelho
1.1 O que é Artroplastia de Joelho?
2. Indicações
3. Quais os tipos de prótese de joelho
4. Como é a cirurgia e a recuperação da artroplastia total do joelho
5. Como é a cirurgia de artroplastia total do joelho
6. Recuperação da prótese de joelho
7. Quanto custa uma prótese de joelho
8. Quais as possíveis complicações após a prótese do joelho?
9. Tratamentos alternativos à uma prótese de joelho
10. Conclusão
11. Referências

1. Artroplastia do Joelho

Existe uma grande quantidade de doenças articulares que evoluem com deformidades, necessitando de cirurgia. Neste artigo vamos abordar a respeito da cirurgia de artroplastia do joelho, muito utilizada nos casos de desgaste articular com ou sem deformidades.

1.1 O que é Artroplastia de Joelho?

O termo artroplastia significa restauração da articulação e é também conhecido como cirurgia de prótese articular.

Protese-de-joelho-Revisao

Os termos artroplastia de joelho e prótese de joelho são sinônimos, assim, podemos definir a artroplastia do joelho como sendo a cirurgia de substituição do joelho “doente” por um novo, com uma prótese de joelho artificial, mais comumente de metal com polietileno de alta resistência.

Sua evolução iniciou há mais de meio século, entretanto, inicialmente os resultados não eram satisfatórios, com durabilidade baixa. Essa cirurgia é comumente feitos em joelhos e quadril. Em meados da década de 60 iniciaram os primeiros procedimentos com resultados favoráveis.

O resultado deste tipo de cirurgia está entre os procedimentos ortopédicos com maior índice de satisfação e melhora do pacientes com doenças graves no joelho. É um procedimento mais invasivo e que apresenta uma durabilidade estimada de aproximadamente 20 anos, com as técnicas mais modernas.

2. Indicações de artroplastia do joelho

Artroscopia de joelho com artrose
Artroscopia de joelho com artrose

Artroscopia de joelho sadio
Artroscopia de joelho sadio

A prótese é indicada habitualmente para pacientes com artrose no joelho (CID-10 M17), mas pode ser indicada para sequelas de fraturas articulares, osteonecrose e outras lesões que evoluem com desgaste e deformidade articular, necessitando de cirurgia do joelho.

artroplastia total do joelho (ATJ) é reservada para casos de desgaste articular onde não houve uma melhora dos sintomas do paciente, após a tentativa com outros tipos de tratamento menos invasivos. Entre eles temos a perda de peso, tratamento medicamentoso, mudança dos hábitos de vida, fisioterapia, infiltrações, entre outros.

A artroplastia do joelho é de materiais metálicos associado ao polietileno de alta densidade e são fixadas ao osso com cimento ortopédico (polimetilmetacrilato). Desta forma, existe um processo lento e gradativo de desgaste entre os implantes e soltura dos mesmos do osso.

Da mesma forma que houve o desgaste da articulação previamente sadia, a articulação nova é submetida ao mesmo tipo de processo. Felizmente esse processo é lento, com a maioria (mais de 90%) dos pacientes permanecendo bem com 20 anos de cirurgia do joelho.

Para minimizar os procedimentos de revisão da prótese no joelho, procuramos postergar a cirurgia primária, dando preferência para realização em indivíduos mais velhos. Por outro lado, não podemos protelar até o ponto que o paciente não tenha mais condições clínicas de suportar a anestesia e o procedimento em si.

3. Quais os tipos de prótese de joelho

Prótese total do joelho
Prótese total do joelho

Protese Parcial de joelho
Protese Parcial de joelho

Basicamente existem dois tipos de próteses de joelho: as próteses totais e as próteses parciais. Como o próprio nome diz, as próteses totais substituem toda a articulação entre o fêmur e a tíbia, já as próteses parciais, substituem parcialmente a articulação (articulação patelofemoral ou compartimento femorotibial medial ou lateral).

As chamadas próteses de revisão, são àquelas que permitem correções de deformidades em casos graves com deformidades ou na necessidade de substituição de uma prótese primária. São próteses modulares, que permitem um ajuste maior no ato cirúrgico.

As próteses podem sem do tipo cimentadas ou não cimentadas. No primeiro caso é utilizada a fixação da prótese ao osso com uso de cimento ortopédico de polimetilmetacrilato (técnica padrão). A técnica de artroplastia não cimentada, ocorre biointegração da prótese ao osso, através da interdigitação da trabéculas ósseas à superfície preparada da prótese.

Podem ainda serem definidas quanto as técnicas de colocação:

  • Prótese convencional utilizando guias padronizados
  •  Prótese navegada, que utiliza como auxílio sistemas de avaliação anatômica no ato da cirurgia com
  •  Ferramentas computadorizadas e de campos eletromagnéticos para avaliação espacial do joelho e membro inferior
  •  Próteses robóticas, ainda em desenvolvimento (não disponíveis no Brasil), utilizam braços robóticos para a realização dos cortes ósseos
software-utilizado-para-a-navegacao.png

Observação Importante!! Até o presente momento (2020) não existem próteses absorvíveis ou bioabsorvíveis, como alguns colegas procuram divulgar nas redes sociais, o que existem são parafusos absorvíveis, que são utilizados para outros fins, como na cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior.

4. Como é a cirurgia e a recuperação da artroplastia total do joelho

surgery-1807541_640

Ao avaliar um paciente candidato para realização de cirurgia do joelho, devemos avaliar ele como um todo, entendo suas expectativas, doenças associadas (diabetes, hipertensão, etc), as características do joelho doente, etc.

No pré-operatório, devemos solicitas radiografias dos joelhos com carga e panorâmicas dos membros inferiores, para analisar o alinhamento, desgaste ósseo e deformidades. A avaliação pré-cirúrgica com exames, seguido de consulta com clínico é importante para minimizar riscos e avaliar as condições para a realização do procedimento.

Como comentado anteriormente, existe uma grande variedade de prótese de joelho no mercado, cada uma com suas indicações e contraindicações. A avaliação adequada é fundamental para escolha da prótese certa para o caso.

A artroplastia total do joelho primária é o procedimento padrão, sendo o modelo referência do artigo. Esta cirurgia do joelho substitui toda a superfície articular do fêmur e da tíbia, incluído cartilagem, meniscos e o ligamento cruzado anterior. Pode-se substituir ou não o ligamento cruzado posterior e a cartilagem da patela. Essas duas opções, tem suas particularidades na decisão cirúrgica.

5. Como é a cirurgia de artroplastia total do joelho

Via-de-acesso-da-protese-do-joelho
Incisão para acesso ao joelho

A cirurgia no joelho dura aproximadamente duas horas, sob efeito de raquianestesia e sedação. É realizada uma incisão (corte) anterior no joelho, aberta e limpa a articulação doente. É removida a superfície de cartilagem e osso com guias de corte específicos. São colocados implantes testes provisórios seguido da avaliação da estabilidade e mobilidade, realizando ajustes finais dos ligamentos. Por fim, quando se obtém o ajuste adequado, os implantes provisórios são removidos e é realizada a cimentação com os implantes definitivos.

Após o fechamento da pele e partes moles, o paciente permanece com dreno por aproximadamente 24-48 horas, com curativo oclusivo e sem necessidade de imobilização.

6. Recuperação da prótese de joelho

Os pacientes permanecem internados no hospital por aproximadamente 48 horas, neste período já iniciam a fisioterapia e o treino de marcha com andador. Após a alta, permanecem com medicações afim de evitar a dor, trombose e infecções. As trocas de curativo são realizadas diariamente e os pontos são removidos com 15 dias, na média.

Os pacientes permanecem realizando a fisioterapia afim de recuperar o movimento, a força muscular, o equilíbrio e a melhora da dor. Seguem um protocolo específico que vai desde o período pré-operatório, pós-operatório precoce e até o tardio.

Uma pergunta frequente a respeito da recuperação da cirurgia do joelho quanto de repouso é esperado. A prótese é fixa ao osso com cimento ortopédico e sua resistência é praticamente imediata após o procedimento, entretanto, existe uma manipulação das partes moles e sutura (pontos) dos diferentes tecidos.

Em média a cicatrização das partes moles demora duas semanas, na cirurgia padrão. Outros fatores determinantes para a recuperação estão relacionados à fisioterapia feita de forma adequada e limitações pré-operatórias.

Os pacientes, desde a alta hospitalar, são incentivados a dar carga conforme o tolerado, com auxílio do andador. É esperado que com um mês já estejam caminhando sem andador.

Após o desfecho inicial da cirurgia do joelho, com o paciente caminhando sem apoio, subindo e descendo escadas, deve-se manter um seguimento anual com radiografias de controle. É sugerido que o paciente mantenha um peso adequado, evite esportes de impacto e atividades que possam sobrecarregar o joelho operado, afim de aumentar a durabilidade da prótese.

Caso tenha mais dúvidas ou necessite de uma avaliação, agende uma consulta.

7. Quanto custa uma prótese de joelho

Existem muitas variáveis que interferem diretamente nos custos da realização de uma artroplastia do joelho. Honorários médicos (equipe cirúrgica e anestésica), material cirúrgico (incluindo a própria prótese), custos de internação hospitalar, e não podemos esquecer dos custos pós operatórios entre medicamentos, fisioterapias e exames.

Apesar do que se imagina os custos com honorários médicos são os menores, pois uma próteses boa geralmente é importada, com custos variando de 10 a mais de 50 mil reais. A internação hospitalar muitas vezes envolve internação em UTI por um ou dois dias após a cirurgia, principalmente em pacientes mais idosos e doenças pré-existentes, podendo chegar a custos de 10 a 70 mil reais uma internação. Esses custo também é muito variável de acordo com o hospital.

Habitualmente os custos com honorários médicos é feito por reembolso, quando a pessoa dispõem de convênio médico, mas eventualmente pode-se cobrar valores acima em planos com cobertura pequena.

Sei que muitas pessoas procuram saber qual o valor de uma cirurgia, mas a comparação que faço é semelhante aos carros ou casas, os preços podem variar muito. Idealmente, as pessoas devem usar os convênios para a cobertura da prótese e custos hospitalar e o reembolso para cobertura parcial ou total dos honorários médicos.

8. Quais as possíveis complicações após a prótese do joelho?

Soltura-de-protese-de-joelho
Prótese solta

As principais complicações incluem: complicações de pele, trombose, infecção, rigidez articular, soltura da prótese, lesões de nervos e vasos, instabilidade e persistência da dor. Assim, a avaliação por um especialista é fundamental para indicação adequada da cirurgia e menores riscos. Felizmente a incidência de complicações é baixa, quando realizada por um cirurgião capacitado.

E mesmo que ocorram, podem ser tratadas com resultados favoráveis.

Acho importante alertar das possíveis complicações, pois deve-se optar por terapias menos invasivas, quando possível, antes de se indicar uma prótese de joelho.

Polietileno-patelar-gasto

9. Tratamentos alternativos à uma prótese de joelho

Entre eles, existem:

  1. terapia medicamentosas: analgesia, condroprotetores (colágeno tipo 2, condroitina e glicosamina), fitoterápicos.
  2. perda de peso
  3. terapia física: fortalecimento muscular, acupuntura, terapia de ondas de choque, fisioterapia
  4. infiltração com ácido hialurônico (viscossuplementação)
  5. bloqueios com radiofrequência para controle da dor
  6. outras cirurgias (osteotomia e artroscopia)
  7. outros (palmilhas, emplastros)

A avaliação por um especialista nesse caso é fundamental, pois a indicação de cada tratamento apresenta indicações específicas.

10. Conclusão

A artroplastia do joelho é o procedimento padrão para o tratamento da artrose grave, é um procedimento que permite um resultado bom com alto índice de melhora, mesmo em casos graves. Tratando-se de uma cirurgia maior, deve ser avaliada por um especialista em cirurgia de joelho e as alternativas devem ser ponderadas sempre que possível.

Espero que tenha esclarecido sobre cirurgia da prótese do joelho, se você ficou com alguma dúvida ou gostaria de dar uma sugestão escreva abaixo nos comentários!

Lembre-se ninguém precisa viver com dor!!

11. Referências (em inglês):

–Técnicas de Artroplastia Total de Joelho

–Satisfação dos pacientes

–Qualidade de vida pós cirurgia