Consolidação Viciosa e Deformidades Ósseas

A consolidação viciosa ocorre quando a fratura é consolidada com o osso em uma posição incorreta, não-anatômica. O resultado é uma deformidade óssea pode ser desde somente uma diferença apenas estética, até problemas graves como limitação ou até mesmo impedimento do uso funcional do membro afetado.

Ou seja, a consolidação viciosa causa uma deformidade óssea. Porém, existem muitas outras condições que podem vir a causar deformidades nos ossos. Um bom exemplo de uma deformidade óssea não causada por consolidação viciosa seria o Joanete.

E a Osteoartrite é a doença que mais frequentemente causa esse tipo de deformidade, geralmente nas mãos, pés, joelhos e na bacia. Já nos pacientes com Osteoporoseela costuma surgir nos ossos da coluna, como consequência de fraturas nas vértebras.

A Osteomielite também pode causar deformidades ósseas quando a infecção já se espalhou a ponto de causar a morte de partes desse osso. O osso morto (Osteonecrose) está mais sujeito a fraturas, que não consolidam.

Deformidades ósseas também podem ser congênitas, ou seja de origem genética ou desenvolvida no período embrional-fetal, e também causadas por raquitismo, Pseudoartrose, Doença de Paget, entre outras condições médicas.

Sintomas

Limitação ou incapacidade funcional no membro afetado (rigidez articular), dor e edema (inchaço) são os sintomas mais comuns.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através do uso de exames de imagem (Raio-X, Tomografia Computadorizada  ou Ressonância magnética), além do exame clínico para constatar a deformidade.

Tratamento

O tipo de tratamento vai depender do local e gravidade da deformidade. Por exemplo, quando o problema está localizado na falange (dedos) nos pés, não costumam ter tratamento cirúrgico, a menos que o paciente sinta muita dor.

Já se o osso afetado pela deformidade é localizado em uma articulação maior e mais importante na sustentação e movimentação do indivíduo, como o joelho ou o quadril, costuma se optar pelo tratamento cirúrgico para reestabelecer a mobilidade.

A cirurgia mais utilizada para a correção de deformidades ósseas é a Osteotomia, que vai utilizar placas e parafusos para corrigir o osso. Outra opção usada importante é a utilização de fixadores externos circulares, como o ilizarov e monoplanares.

Especificamente para o tratamento do joelho, a patelectomia ou a Artroplastia também podem ser utilizadas para o tratamento. O tempo de recuperação e os cuidados do pós-operatório vão depender da complexidade da cirurgia, mas a fisioterapia é sempre indispensável.

A Terapia por Ondas de Choque é recomendada para acelerar a consolidação do osso operado, quando a osteotomia não consolida no tempo adequado.

Conclusão

Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários. Agora, se gostaria de agendar uma consulta, ficarei feliz em poder ajudar.

 Agora se necessita agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri/Santana de Parnaíba) e por telemedicina.

REFERÊNCIA:

Tratamento para consolidação viciosa da tíbia

Consolidação viciosa no tornozelo

Tratamento cirurgico de deformidades