Diacereína (Artrodar): para que serve e quais os ricos?

Seja bem-vindo ao meu blog. Eu sou doutor Oliver, eu sou médico ortopedista e agora estou abordando sobre alguns remédios naturais e fitoterápicos para dores nas articulações.

A diacereína é um remédio que tem sido bastante usado pelos ortopedistas e reumatologistas, para o tratamento de dores articulares, como artrites e artroses.

Nesse artigo eu vou explicar tudo sobre a diacereína: o que que ela é, para que ela serve, se ela realmente ajuda na dor, se engorda ou emagrece, quais os riscos, efeitos colaterais e como usar com segurança.

Fica comigo nesse artigo que eu está bem interessante e pode te ajudar bastante. Eu levantei alguns artigos científicos e estou colocando a referência dos links ao final desse tex.

Se preferir ver na forma de vídeo, este é um texto adaptado de um vídeo publicado no meu canal do YouTube:

Então vamos lá?

O que é a diacereína

A diacereína é um é um medicamento derivado da reina que, por sua vez, possui origem vegetal. Seu nome comercial aqui no Brasil é Artrodar e possui efeito anti-inflamatório em articulações com artrose.

A reina é uma substância encontrada em plantas do gênero Cássia. A diacereína passa por um processo químico que melhora a absorção da reina pelo organismo. Após ser absorvida ela é transformada de novo na reina.

Aqui eu quero fazer um pequeno parêntesis para explicar, rapidamente sobre a artrose.

A artrose ou osteoartrite, é uma doença que ocorre o desgaste da articulação e inflamação, e a inflamação acelera mais ainda o desgaste, sendo um ciclo vicioso.

Os anti-inflamatórios convencionais têm muitos efeitos colaterais e riscos se usados por muito tempo e por isso tem se pesquisado por medicamentos com menos riscos à saúde, para essas pessoas com doenças crônicas.

A diacereína é um medicamento aprovado pela Agência Europeia de Medicamentos para o tratamento de artrose. Apesar de ser muito usada na Europa e em outros países, a sua utilização é mais limitada nos Estados Unidos.

Como a diacereína age no corpo

O mecanismo de ação da diacereína é complexo e envolve uma série reações bioquímicas e celulares.

Explicando de forma rápida, para o texto ficar mais completo, a diacereína inibe uma enzima que chama interleucina 1 e ativa receptores de quinases, ou seja, isso significa que ela age em uma fase mais precoce do processo inflamatório.

Ela também tem propriedades antioxidantes e imunomoduladoras, e pode ajudar a proteger as células contra danos celulares, como na artrose.

Uma coisa importante é que a evidência científica da diacereína para o tratamento da artrose é moderado a alto, enquanto para outras doenças, apesar de mostrar benefícios, é ainda mais baixo.

Como vocês viram, a diacereína é considerada não um simples anti-inflamatório, mas é chamada como um remédio anti-artrósico de ação lenta, ou seja, ela age de forma mais específica na inflamação da artrose e seu efeito começa por volta de 2 a 4 semanas após o início do uso.

Ela tem pouco efeito imediato.

Como usar a diacereína

Muitas vezes é usada junto com outros remédios, como o UC2 ou colágeno não hidrolisado do tipo 2, ou fitoterápicos, como a cúrcuma, entre outros que eu falo tudo sobre, aqui no meu blog.

Quero deixar claro, que ela não cura ou reverte o desgaste articular, ainda não existe remédio com esse efeito, mas ela pode diminuir a dor, o inchaço e o movimento nos pacientes com a osteoartrite, ou artrose.

Então gente, sobre o uso dela é até que simples, o que acho mais importante de falar aqui é sobre os riscos, efeitos colaterais e quem deve evitar esse remédio. Por isso, vou explicar com mais calma no final do artigo.

Como usar a diacereína

A dosagem recomendada de diacereína é um comprimido ou cápsula de 50 mg, tomado pela boca, uma a duas vezes ao dia, junto com alimentos.

Como ela pode soltar o intestino no começo, eu geralmente sugiro começar com uma dose por dia e quando se acostumar, aumentar para duas.

Geralmente o tempo de tratamento é de no mínimo, dois a três meses, devendo acompanhar com seu médico, os efeitos colaterais ao logo do tempo.

Eu às vezes intercalo com outros remédios, para a pessoa não ficar sem tratamento.

Quando comprar em farmácias de manipulação, é importante ter certeza de que a fonte é confiável e que o medicamento foi fabricado em conformidade com as boas práticas de fabricação.

Uma forma é procurar produtos registrados e aprovados pela Anvisa.

Além disso, não pode esquecer de olhar a data de validade, parece besteira, mas já comprei muita comida vencida. Aliás, quem nunca?

Agora, vamos ao que interessa, falar sobre os riscos, efeitos colaterais e contraindicações.

Mas antes, se estão gostando desse artigo, gostaria de convidar para se inscrever no meu canal do YouTube, que lá tem sempre vídeo novo como esse.

Inscrito? Vamos em frente!

Quais riscos, efeitos colaterais e contraindicações da diacereína

Os efeitos colaterais mais comuns da diacereína são relacionados ao trato gastrointestinal, que incluem náusea, diarreia, gases e dor abdominal. Em casos raros, ela pode causar dor de cabeça, reações alérgicas graves e problemas no fígado.

Ela não costuma ter efeito em ganho ou perda de peso e não costuma dar sono.

Algumas contraindicações para usar diacereína incluem: sensibilidade ou alergia ao medicamento, úlcera péptica ativa, obstrução intestinal, insuficiência renal grave, e gestação e lactação.

Para quem tem efeitos colaterais com a diacereína, eu acabo trocando por outros anti-inflamatórios fitoterápicos, como a cúrcuma, a garra do diabo ou a arnica, por exemplo.

Eu tenho artigos sobre eles aqui no meu blog, vale à pena conferir depois.

A diacereína é considerada segura quando usada de acordo com as recomendações do seu médico, porém não existem muito estudos dos efeitos à longo prazo, por isso, não se deve exagerar na dosagem e tempo de tratamento, devendo sempre manter um acompanhamento regular com seu médico.

Espero que gostado do artigo, se sim, convido mais uma vez para se inscrever no meu canal e se você tem artrose e precisa de acompanhamento, faço atendimentos em São Paulo e Alphaville (Barueri), assim como por telemedicina.

Agenda sua consulta! Grande abraço e até breve

Referências:

https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/5995/Binder1.pdf?sequence=1&isAllowed=y#:~:text=A%20diacere%C3%ADna%20(DAR)%20(Fig,em%20plantas%20do%20g%C3%AAnero%20C%C3%A1ssia.

https://www.scielo.br/j/rbort/a/xhgX36DMSGJVCbcqsSnBzYb/?lang=pt

https://www.ema.europa.eu/en/documents/referral/diacerein-article-31-referral-annex-ii_pt.pdf