Dor na coluna

Sentir dor na coluna é algo muito comum, tanto para as pessas sedentárias, que trabalham o dia inteiro sentadas, quanto para as pessoas que se exercitam e se movimentas bastante durante todo o dia.

Essa dor pode ocorrer emdiferentes partes da coluna e ter as mais diversas origens. Afinal, quem nunca deu um mau-jeito no pescoço, ou sentiu um incomodo na lombar?

A Coluna Vertebral

A Coluna vertebral, ou espinha dorsal, é uma estrutura formada por uma série de 33 ossos chamados de vértebras. A maioria desses ossos é móvel, com algumas excessões, que veremos mais a frente.

Entre esses ossos, se encontram os discos vertebrais que são estruturas cartilaginosas formadas por um conjunto de tecidos fibroso  e gelatinoso, cuja função é servir com um amortecedor entre cada vértebra.

Por conta de sua função, os discos são as estruturas que sofrem mais desgate. É o sua desidratação, que acontece com o envelhecimento que provoca a diminuição de estatura dos idosos.

A coluna é dividida em quatro secções como pode ser vista na imagem a baixo. Cada uma dessas seções tem uma leve curvatura, a lordose e a cifose. A lordose é uma leve curvatura para fora, e a cifose é a curvatura para dentro.

-Cervical: composta por 7 vértebras localizadas na região do pescoço. É bastante flexível em todas as direções, dando uma excelente  mobilidade para a cabeça.

-Torácica: composta por 12 vértebras formando a região do tórax, sendo conectadas as costelas.

-Lombar:  composta por 5 vértebras, ela que proporciona a força par aficar em pé, andar e levantar peso. É a região mais comum para se sentir dor.

-Sacro-coccígeo: composta por 5 vértebras fundidas no sacro, e 4 vértebras fundidas no cóccix.

Os musculos que os responsáveis  pela estabilização da coluna vertebrais são: dois  longos músculoso iliopsas, que percorrem os dois lados da coluna. Dois músculos eretores que percorrem a parte posterior da extensão da coluna vertebral. E também muitos pequenos músculos paravertebrais, localizados entre as vértebras.

Os ligamentos presentes na coluna servem para unir os ossos e os músculos, dando estabilidade. São eles: Ligamento longitudinal anterior; Ligamento longitudinal posterior; Ligamento esternocostal intra-articular; Ligamento costotransversal lateral: Ligamento costotransversal superior; Ligamento intertransversal;e  Ligamento radiado.

Além disso, existe também a medúla espinhal, que se inicia na junção do crânio com a primeira vértebra cervical e termina entre a primeira e segunda vértebra lombar, atingindo entre 44 e 46 cm de comprimento, possuindo duas intumescências, uma cervical e outra lombar.

Enfermidades

Hérnia de Disco: ocorre quando o ânulo fibroso rompe e o núcleo sai, podendo comprimir a medula ou as raízes nervosas. Existe um grau menor de lesão chamado de protrusão, caso este, em que o ânulo se projeta para dentro do canal, sem uma ruptura total.

Ciatalgia: surge na maioria das vezes por uma compressão de alguma estrutura que o forma, tendo a causa, hérnias de disco, osteófitos (bico de papagaio), contraturas musculares, entre outros.

Dorsalgia:  acontece por uma contratura da musculatura dorsal, os rombóides e a musculatura do trapézio são os mais acometidos. Essa contratura pode ocorrer por falta de fortalecimento desses músculos, postura inadequada, estresse, tensão muscular e exercícios repetitivos.

Lombalgia: a lombalgia crônica é uma doença multifatorial. Todos os fatores que causam ou aceleram um processo degenerativo e instabilidade ou fraqueza local podem colaborar no desenvolvimento dos sintomas.

Cervicalgia: Outra doença multifatorial. Ela pode ser isolada na coluna, conhecida como torcicolo ou cervicalgia, ou pode apresentar irradiação para os membros superiores, conhecida como cervicobraquialgia.

Escoliose: Escoliose é uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do tronco, determinada pela rotação das vértebras. Pode ter só uma curvatura, parecendo a letra C, ou mais, parecendo a letra S.

Conclusão

Caso você esteja sentindo alguma dor ou desconforto nas costas, na mesma região, seja ele duradouro ou reincidente, entre em contato com um ortopedista par apoder identificar o que está causando esse desconforto.

Uma avaliação com exame físico complementado por imagens é fundamental para descobrir a cuasa do problema e poder tratá-lo corretamente .

Espero poder ter ajudado no entendimento das diversas possíveis causas de dor nas coluna, e quais são as enfermidades relacionadas a isso.

Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários. Agora, se gostaria de agendar uma consulta, ficarei feliz em poder ajudar.

Ficarei feliz em poder lhe ajudar. Agora se necessita agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri / Santana de Parnaíba) e por telemedicina.

Referência Bibliografica: