Dor nas Costas: Sinais de alerta que indicam condição mais graves

A dor nas costas é uma das principais queixas nos prontos-socorros dos hospitais e uma das principais dores nos consultórios de ortopedia.

No entanto, nem toda dor nas costas está relacionada a condições da coluna. Neste artigo, baseado no meu vídeo no YouTube, eu explico melhor sobre doenças mais graves que têm dores nas costas como sintomas e o que fazer nestes casos. Boa leitura!

É comum pacientes se questionarem ao chegar em um pronto-socorro com queixa de dores nas costas e, ao serem triados, não serem encaminhados para ortopedistas. Isso ocorre porque existem diversas doenças no nosso corpo que têm dor que irradia para as costas como sintomas associados, portanto, pode ser o caso de ser avaliado por um especialista clínico.

Dor nas costas, sem ser na coluna, significa problema no rim então?

Não necessariamente!

É comum que, quando a dor nas costas não está associada com problemas de coluna, liguem-na diretamente a doenças dos rins. No entanto, existem outras condições como infecções, câncer, aneurisma de aorta, doenças nos pulmões, pancreatite e várias outras causas que também podem estar ligadas a este sinal de alerta.

Sintomas neurológicos e doenças da coluna

Quando um paciente apresenta sintomas neurológicos, é provável que de fato ele esteja com alguma condição mais séria na coluna ou no sistema nervoso.

Esses sinais neurológicos podem ser qualquer um que afete o funcionamento dos nervos. Dentre eles estão:

  • Alteração na capacidade de movimentar as pernas e os braços;
  • Dificuldade de controlar a urina e as fezes;
  • Baixa sensibilidade;
  • Presença de dor irradiada para coluna ou membros,
  • Formigamento nos braços e pernas;
  • Espasmos ou flacidez muscular;
  • Alterações dos reflexos.

Acima estão algumas imagens para uma melhor compreensão. A imagem mostra a coluna lombar, e os discos intervertebrais em verde. Nessa região, não tem mais medula, só as raízes dos nervos que ficam juntas parecendo o rabo do cavalo, por isso chama cauda equina.

Quais doenças podem estar associadas aos sintomas neurológicos?

Síndrome da cauda equina

Esta condição ocorre quando os nervos do final do canal medular são comprimidos por uma hérnia de disco. Na imagem abaixo, é possível visualizar a coluna lombar e os discos intervertebrais (em verde). Na região, não tem mais medula, só as raízes dos nervos que ficam parecendo o rabo do cavalo, o que origina o nome “cauda equina”.

Quando os discos intervertebrais apresentam uma hérnia e os nervos são comprimidos, o paciente perde a sensibilidade na região dos genitais e apresenta os demais sintomas neurológicos citados anteriormente.

Hérnia de disco aguda em outras regiões

Esta condição também é incapacitante, assim como a síndrome da cauda equina, não somente pela dor, mas a doença também é considerada uma urgência na ortopedia e requer que o paciente busque um pronto-socorro o quanto antes.

Síndrome de Guillain-Barré

O paciente acometido por esta condição perde as forças dos membros de baixo para cima. Ou seja, primeiro pelos pés e pernas, até atingir os músculos da respiração, que pode levar ao óbito.

Outras condições neurológicas que não estão na coluna, mas podem dar sintomas parecidos incluem o AVC, derrame e a Esclerose Múltipla. Portanto, no caso de sinais de alerta, é necessário procurar um médico clínico ou neurologista o quanto antes!

Quando a dor nas costas pode indicar uma fratura?

Se o paciente apresenta uma dor localizada mais no meio da coluna, que piora com o movimento, principalmente ao se inclinar para frente depois de uma queda, ou se há diagnóstico de osteoporose e fez um movimento mais intenso com a coluna, pode ser uma fratura.

A maioria das fraturas na coluna não precisam de cirurgia. No entanto, o paciente pode pagar um preço alto caso seja um quadro que necessite de intervenção cirúrgica ou imobilização.

Quais são os indicativos de gravidade em uma fratura?

Caso o paciente apresente qualquer sintoma neurológico, como formigamento, dor irradiada para os membros, perda de força ou sensibilidade e teve um trauma, é um indicativo de gravidade. Isso porque os traumas não causam machucados apenas no esqueleto, especialmente quando são de maior intensidade, mas também podem atingir outros órgãos.

Por exemplo, caso um paciente que sofreu uma lesão nas costas apresenta sangue na urina, pode ser um sinal de machucado nos rins. Neste caso, é importante buscar uma avaliação inicial com um clínico ou médico cirurgião.

Como diferenciar as dores nas costas de problemas nos rins?

Avaliação dos sintomas

O primeiro passo é avaliar os sintomas. Nestes casos, quando o problema é nos rins, a dor costuma ser muito intensa, tipo um espasmo e que não muda muito com o movimento. Caso seja na coluna, a dor piora com o movimento e é comum que o paciente afetado tenha feito algum esforço maior ou tenha ficado muito tempo na mesma posição, como trabalhando sentado.

Além disso, outros sinais de que a dor nas costas pode indicar problemas nos rins ou nas vias urinárias são:

  • Presença de febre;
  • Ardor para urinar;
  • Mudança do cheiro ou cor da urina.

No caso destes sintomas acima, o médico clínico pode solicitar exames como ultrassom, exame de urina e de sangue e, às vezes, outros exames complementares. Caso seja descartado problemas nestas vias, o paciente deve ser encaminhado a um ortopedista.

Condições dos rins que podem ter como sintomas dor muscular e nas costas

No teste Giordano, usado para avaliar o paciente apresenta problema nos rins, o médico dá uma “batida” leve nas costas na região dos rins, que é no final das costelas e, caso a pessoa apresente uma dor forte ou aguda, indica que ela pode estar com cólica renal ou pielonefrite.

local de dor nas costas por condições dos rins

A pielonefrite é uma infecção grave nos rins, que geralmente acontece por uma bactéria resultante de uma infecção urinária. Neste caso, o paciente pode apresentar também febre e calafrios, ter sequelas no rim ou desenvolver infecção generalizada, que pode levar à morte.

Quais sintomas associados a dores nas costas podem indicar um quadro de infecção?

  • Febre;
  • Calafrios;
  • Mal-estar e fraqueza;
  • Perda de apetite;
  • Dor de cabeça e no corpo, junto com dor nas costas.

Estes sintomas acima associados com dores nas costas podem indicar quadros de gripe, Covid-19 e Dengue, além de infecções como a meningite. Doenças autoimunes, reumáticas, tipo espondilite anquilosante, artrite reumatoide e lúpus eritematoso sistêmico, assim como a discite, que é a infecção do disco intervertebral, ou a tuberculose, o mal de Pott e a psoite também podem estar ligados aos sinais de alerta.

Coluna vertebral normal e coluna vertebral atingida por Mal de Pott
Coluna vertebral normal e coluna vertebral atingida por Mal de Pott

Nos meus vídeos do YouTube, eu explico e busco educar ao máximo meu público a respeito de sinais de alerta de dores nas costas, nas pernas, braços e outras regiões do corpo. Caso você queira saber mais, clique aqui e confira!

local de dor nas costas causada pelo mal de pott
Local de dor do Mal de Pott
Infecção da Psoas
Infecção da Psoas

Sinais de alerta e sintomas de câncer na coluna

Os sintomas de câncer podem ser muito variados. Existem pacientes assintomáticos que descobrem a doença apenas em exames de rotina, mas tem outros que apresentam uma perda brusca de peso e ficam extremamente emagrecidas.

Uma dúvida comum é se o câncer pode surgir ou acarretar dores nos ossos. E sim, inclusive na coluna. Quando o paciente desenvolve um quadro mais grave, ele pode apresentar sinais como:

  • Perda rápida de peso e de apetite,
  • Fraqueza no corpo,
  • Deformidade na coluna,
  • Massa palpável,
  • Falta de ar,
  • Dor persistente na coluna que piora à noite e que dura mais de um mês.

Além disso, dependendo do tamanho do tumor na coluna, a medula e nervos podem ser comprimidos, causando sintomas neurológicos.

Qual o principal tipo de câncer na coluna?

O principal tipo de câncer na coluna é a metástase óssea que vem de outra região do corpo. Pacientes que apresentem algum tipo de tumor, sentem algum nódulo pelo corpo ou tem algum fator de risco para ter câncer devem estar atentos.

O exame abaixo é de um homem de 42 anos que sofreu uma queda ao nível do solo e teve uma fratura vertebral. Na imagem de tomografia, é possível ver a fratura da vértebra e algumas lesões na coluna em outros níveis, o que necessita de uma investigação a mais.

Doenças nos pulmões e dores nas costas

Doenças nos pulmões também podem ter como sintoma a dor irradiada para as costas, geralmente mais na região dorsal, ou seja, mais em cima.

local de dor nas costas por doenças nos pulmões

Um paciente que apresenta dores nas costas resultantes de alguma condição do pulmão pode cursar com alguns sintomas como:

  • Falta de ar;
  • Dificuldade ou dor ao respirar;
  • Febre;
  • Mal-estar;
  • Perda de peso e falta de apetite;
  • Dor irradiada para frente do tórax ou mais para as laterais, que não mudam tanto com o movimento do corpo, inclusive cabeça e braços.

Os sintomas acima podem ser indicadores de infecções pulmonares como pleurite ou pneumonia. Portanto, é necessário buscar ajuda médica o mais rápido possível.

Problemas cardíacos e a dor nas costas

As dores nas costas da região dorsal até a lombar ou na região do tórax também podem ser indicativas de problemas cardíacos ou vasculares, como aneurisma de aorta. O aneurisma é uma dilatação da aorta, que é a maior artéria do corpo, que geralmente acontece por uma fragilidade na parede do vaso.

  • Além da dor nas costas, algumas condições cardíacas podem apresentar sintomas como:
  • Dor cardíaca que irradia para o pescoço e para os braços, principalmente o braço esquerdo;
  • Cansaço;
  • Aperto no peito;
  • Pulsação no abdômen (especialmente em casos de aneurisma).

Estes sintomas, caso não sejam tratados precocemente, podem gerar consequências graves ao paciente, inclusive levando a morte. Por isso, nesses casos é fundamental também conhecer seu histórico de doenças e procurar um médico clínico o mais rápido possível.

Doenças em órgãos abdominais e dor nas costas

Pacientes com quadros de doenças nos órgãos abdominais também podem cursar com dor nas costas. A condição que tem esse sintoma e chama mais atenção é a pancreatite, assim como o aneurisma de aorta abdominal, a úlcera no estômago, colecistite (inflamação na vesícula), doenças inflamatórias intestinais como a doença de Crohn, diverticulite, obstrução intestinal e câncer, e endometriose.

Mesmo assim, a maioria destas condições podem causar, na realidade, dores abdominais que irradiam para as costas. No entanto, muitas pessoas confundem a origem, até porque a dor nas costas é muito comum na população geral.

A dor abdominal por problemas na coluna é pouco frequente. Portanto, se um paciente apresenta dor abdominal forte junto a estas dores nas costas, é bom buscar um clínico para investigá-las melhor.

Outros sintomas associados às dores nas costas, mas que podem indicar doenças em órgãos abdominais são:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Diarreia ou intestino muito preso;
  • Perda de apetite e peso;
  • Febre;
  • Icterícia (pele amarelada).

As dores em faixa no tórax e abdômen também podem ser indicativas de casos de herpes-zoster, que é uma infecção que ocorre no nervo, pelo mesmo vírus da catapora e é mais comum em adultos mais velhos. O paciente acometido pode apresentar lesões na pele, formando bolhas e crostas.

local de dor nas costas causada pela hérpes zoster

Mesmo não tão grave quanto quando acomete a cabeça, a herpes-zoster precisa de tratamento rápido.

Os principais sinais de alerta para dores nas costas e o que podem indicar:

  • Fraqueza muscular, formigamento, dormência e perda de controle da urina e fezes – Indicam uma compressão da medula ou de nervos.
  • Febre, mal-estar e fraqueza generalizada – Indicam uma infecção.
  • Perda de bastante peso não intencional – Pode indicar presença de tumor.
  • Dor no tórax com falta de ar, dificuldade e dor para respirar – Podem indicar problemas nos pulmões.
  • Dor no peito e abdômen intensos e cansaço – Pode indicar doença no coração e nos grandes vasos, como no aneurisma de aorta.
  • Assim como trauma osteoporose e osteopenia – podem indicar fraturas.
  • Dor abdominal junto com náuseas, vômitos, diarreia ou intestino muito preso e pele amarelada: Podem indicar doenças nos órgãos abdominais, como estômago, pâncreas, fígado e intestino.
  • Dor para urinar e urina com cor amarela opaca e com cheiro forte: Indicam infecção nos rins e vias urinárias.

Espero que este artigo tenha sido útil para ajudar você a aprender e detectar quando uma simples dor nas costas pode ser alguma coisa muito mais grave. É indispensável buscar um diagnóstico e tratamento adequado o mais rápido possível.

No meu canal no YouTube, é possível encontrar mais conteúdos sobre dores na coluna e no membro. Além disso, no meu blog também abordo diversos tipos de tratamentos para estas dores crônicas ou agudas, leia mais!

Eu sou o Dr. Oliver Ulson, médico ortopedista especialista no tratamento de dores com ondas de choque. Caso você esteja sofrendo de dor nas costas por motivos ortopédicos e deseja recuperar sua qualidade de vida, entre em contato e vamos buscar o melhor tratamento para sua condição!