Betacaroteno e Vitamina A: para que servem, quais melhores alimentos e como usar?

Fala gente tudo bem? Como tudo na vida, a diferença de um remédio para um veneno é questão de dosagem.

A mesma coisa vale para a vitamina A, ela fundamental para várias coisas no nosso corpo, mas o excesso dela pode levar à uma doença.

Neste artigo eu vou falar tudo sobre a vitamina A e o betacaroteno, inclusive sobre alimentação, suplementação, para o que serve e quais seus cuidados no uso.

Este é um texto adaptado de um vídeo publicado no meu canal do YouTube:

Qual a diferença da vitamina A e o betacaroteno e como elas agem no corpo?

O betacaroteno é um carotenoide que é precursor da vitamina A. Ou seja, a gente ingere betacaroteno e o nosso próprio organismo transforma na vitamina A.

O nome científico da vitamina A é retinol.

A gente consegue encontrar tanto o betacaroteno quanto a própria vitamina A nos alimentos, geralmente o betacaroteno está presente em vegetais enquanto a vitamina A em animais, mas calma que eu vou explicar melhor isso mais para frente.

Em primeiro lugar eu acho importante a gente falar para que que ela serve e como ela age no nosso corpo.

No nosso corpo o betacaroteno é transformado em vitamina A, e a vitamina A que vai desempenhar a maior parte das funções que eu vou falar a seguir.

A mais conhecida é a importância na visão.

É graças a vitamina A que a retina consegue captar o estímulo luminoso e transformar em estímulo nervoso. Assim, quando a pessoa tem deficiência de vitamina A, ela fica principalmente com dificuldade de enxergar no escuro.

Além disso, a vitamina A é fundamental para o crescimento e desenvolvimento do organismo, sendo fundamental principalmente para as crianças.

Outra função bem conhecida da vitamina A, que inclusive é quase que uma crença popular, mas que tem fundamento, é que ela protege a pele contra os raios ultravioleta do Sol.

É por isso que o pessoal fala que tem que comer bastante cenoura para proteger a pele do Sol e ficar mais moreno.

A vitamina A também melhora o raciocínio do cérebro e, assim como a maioria das vitaminas, a vitamina A ou retinol também tem efeito antioxidante e ajuda na imunidade contra doenças.

Como vocês viram ela não serve só para melhorar a visão e pegar um bronze. Ela vai muito além disso.

Mas a vitamina A exige um cuidado importante, assim como a vitamina D, e diferentemente da vitamina C, a vitamina A é lipossolúvel, ou seja, ela é acumulada e estocada na gordura do corpo.

Isso tem um lado bom e tem um lado ruim que é a intoxicação pelo excesso de vitamina A que eu vou falar mais para a frente.

O betacaroteno e a vitamina A são um pouco mais estáveis que a vitamina C. Para manter essas moléculas preservadas e absorver o máximo possível, precisamos evitar o cozimento muito alto dos legumes e vegetais.

Outro ponto importante é que a absorção delas é ajudada quando são ingeridas junto com um pouco de gordura.

Essas informações são muito importantes para você aproveitar o máximo da vitamina A e do Betacaroteno dos alimentos.

Antes de falar sobre quais os alimentos têm mais vitamina A e o Betacaroteno, e como suplementar, eu gostaria de convidar você a se inscrever no meu canal, que lá tem vídeo novo toda semana.

Então, agora que você já se inscreveu vamos ao que interessa:

Quais os alimentos que mais têm vitamina A e Betacaroteno?

No começo do artigo eu comentei que nos alimentos de origem animal a gente consegue mais vitamina A, principalmente no óleo de fígado de bacalhau e em outros peixes, principalmente de águas frias.

Felizmente para quem não gosta de peixe, o nosso próprio organismo transforma o betacaroteno em vitamina A, e os alimentos mais ricos em betacaroteno são geralmente vegetais de coloração avermelhada.

O alimento rico em betacaroteno mais famoso é a cenoura, que aliás caroteno vem da palavra em latim “carota”, que significa cenoura.

Outros alimentos que são ricos em betacaroteno: temos a couve manteiga, que inclusive tem mais betacaroteno que a cenoura, e também encontramos o betacaroteno no pimentão vermelho, no tomate, na abóbora, na manga, no mamão e no espinafre.

E quanto de vitamina A e betacaroteno precisamos por dia?

A dose ideal de vitamina A são aproximadamente 900 microgramas ou 3000 ui por dia.

Já a dose ideal de betacaroteno são 30 a 300mg por dia.

Muitas pessoas conseguem essa dose pelos alimentos, mas quem fez cirurgia ou tem alguma doença no trato gastrointestinal e por isso não consegue absorver direito essas vitaminas, pode acabar precisando suplementar com comprimidos.

Agora eu gostaria de falar sobre três cuidados importantes em relação ao consumo da vitamina A, são coisas bem importantes, então fica comigo até o final desse artigo.

Primeira delas é que, como a vitamina A é acumulada na gordura, a gente não precisa consumir vitamina A em grandes doses todo dia nem o betacaroteno. Um dia você acaba consumindo mais, comendo mais cenoura e esses tipos de verdura, e o seu organismo acaba estocando isso para outros dias que eventualmente a vitamina A começa a baixar.

Por outro lado, pessoas que ficam tomando suplementos com uma dosagem muito alta de vitamina A podem desenvolver uma Hipervitaminose A, que é uma doença de intoxicação pelo excesso da vitamina A.

A Hipervitaminose A pode dar dor óssea, confusão mental, perda de apetite, dor de cabeça e outras alterações neurológicas, na pele e nas mucosas.

Outro cuidado importante que eu queria falar é que consumir bastante betacaroteno e vitamina A não substitui um protetor solar, apesar de ela ajudar sim na proteção da pele.

Como vocês viram a tanto a falta quanto o excesso da vitamina A podem levar a doenças, felizmente na maior parte das vezes, uma dieta balanceada, rica em frutas, verduras e peixes, é suficiente para atingir o nível adequado dessa vitamina.

Espero que tenha ajudado a entender melhor a importância da vitamina D no nosso organismo. Se gostou do conteúdo convido para acompanhar meu blog e canal do YouTube.

Grande abraço e até a próxima!