Infiltração no joelho: Tudo o que precisa saber sobre o procedimento

A infiltração do joelho é um procedimento médico utilizado para tratar a dor e a inflamação na articulação do joelho. Este tratamento consiste na injeção de medicamentos diretamente na articulação.

É importante que o paciente que tem uma indicação para a infiltração no joelho entenda que os cuidados após a aplicação são essenciais para que o resultado dure o máximo de tempo possível.

Neste artigo, baseado em uma série de vídeos no meu canal no YouTube, explico tudo o que você precisa saber antes de uma infiltração no joelho e o que fazer para garantir a durabilidade do efeito. Continue lendo!

Quais são os medicamentos usados para infiltração no joelho?

Existem basicamente três grandes grupos de remédios para aplicar durante uma infiltração: os anestésicos; os corticoides; e o ácido hialurônico. 

  • Anestésico: Alivia apenas a dor;
  • Corticoide: Alivia a dor ao reduzir a inflamação;
  • Ácido hialurônico: Remove a dor melhorando a biologia local do tecido. Ele possui um efeito protetor sobre a cartilagem e podem auxiliar na regeneração e cicatrização de outros tecidos.

O medicamento adequado para a aplicação dependerá da localização da dor, já que o joelho possui várias estruturas como cartilagem; ossos; meniscos; ligamentos; tendões; bursas, entre outras.

Portanto, devemos avaliar cada paciente de forma detalhada e individualizada para determinar exatamente onde está a dor e qual o melhor medicamento para o caso específico.

Agende uma avaliação inicial com o Dr. Oliver Ulson

Algum tipo de infiltração faz mal para a articulação?

Os anestésicos, dependendo de qual for utilizado, podem ser tóxicos se não aplicados corretamente. Por outro lado, os corticoides têm um efeito degenerativo no tecido, enfraquecendo e desgastando a articulação com o aumento das aplicações.

O efeito do anestésico costuma durar algumas horas, enquanto o efeito do corticoide pode durar em média um mês ou até mais. 

Os ácidos hialurônicos têm um efeito protetor para a articulação, melhorando a lubrificação da articulação, o que é muito importante para diminuir o atrito entre a cartilagem dos ossos e estimular a produção de mais ácido hialurônico, com uma qualidade melhor, pelo próprio corpo. 

Qual o limite de aplicações da infiltração com ácido hialurônico?

Não tem um limite de quantas aplicações o paciente pode fazer, portanto, enquanto a infiltração fizer efeito, é possível reaplicar quantas vezes for necessário. Passamos a pensar em outro tratamento a partir do momento que ele parar de fazer efeito, isso pode ocorrer depois da primeira, segunda ou sexta aplicação, não tem uma regra. 

A infiltração no joelho é feita em consultório ou centro cirúrgico?

Pode-se fazer a infiltração em consultório ou em centro cirúrgico. Geralmente, a maioria é feita em consultório, já que o segundo deixa o procedimento mais caro e não traz tantos benefícios a mais. 

É comum fazer infiltração na coluna e no quadril em hospitais, porque são articulações mais profundas, então às vezes precisam de alguns equipamentos, como um ultrassom ou uma radioscopia para localizar a articulação com precisão, sem risco de lesão de outras estruturas. Além disso, pode acabar incomodando ou doendo um pouco mais, podendo ser feita com sedação. 

Em meu consultório, recomendo que meus pacientes tomem um anti-inflamatório ou analgésico uma hora antes da infiltração a fim de diminuir a chance de desconforto, mas é opcional.

Cuidado com a higiene antes da infiltração no joelho

A falta de higiene aumenta muito o risco de infecção. Por isso, é aconselhável tomar um banho com sabão antisséptico antes do procedimento a fim de evitar infecções. 

O procedimento da infiltração no joelho dói?

Depende. Muitos ortopedistas posicionam o paciente sentado com o joelho dobrado para realizar o procedimento, utilizando o portal da artroscopia, que facilita a inserção da agulha dentro da articulação. Ao inserir a agulha, a dor é mínima. No entanto, muitas vezes a agulha acaba entrando em uma camada de gordura atrás do tendão patelar, chamada de gordura de Hoffa (estrutura amarela representada na imagem).

Assim, ao injetar o ácido hialurônico, ele começa a se espalhar pela gordura, o que pode causar uma dor considerável.

Gordura de Hoffa

A aplicação é feita em um ponto diferente, evitando a gordura da Hoffa, o que pode causar um leve desconforto na pele. Para minimizar esse incômodo, é utilizada uma anestesia local. Assim, o procedimento acaba não sendo dolorido e desconfortável, permitindo que o paciente saia sem sentir desconforto após a aplicação.

Além disso, a aplicação é feita com o paciente deitado e com o joelho esticado. A infiltração é feita com todo o cuidado de assepsia para não acontecer infecção. Depois da aplicação, pode acontecer um pouco de desconforto, mas é raro.

É preciso usar muleta após a infiltração no joelho? Posso dirigir?

Depois da aplicação não é preciso usar bengala ou muleta, e o paciente pode dirigir se não tiver desconforto.

Como são os cuidados após a infiltração no joelho?

Um fator determinante para a dor depois da infiltração é saber se a articulação já estava inflamada antes, pois pode ficar mais irritada. Para o alívio de dores, recomenda-se o uso de anti-inflamatório antes da infiltração do joelho e que o paciente continue usando por mais uns 2 ou 3 dias. Se possível também fazer a aplicação de gelo, pois tem efeito anti-inflamatório. 

Depois da aplicação, pode-se fazer as atividades do dia a dia, mas é aconselhável ficar sem fazer atividade física para as pernas de 3 a 5 dias. 

Pode-se ter alguma reação ao ácido hialurônico?

Sim. Alguns pacientes podem apresentar reação a esse ácido hialurônico, chamada de sinovite. Essa reação varia muito entre os pacientes e pode mudar muito de acordo com o tipo de ácido hialurônico aplicado. 

Antigamente, um tipo de ácido hialurônico muito usado era extraído de animal, assim, o paciente tinha muita reação as proteínas que às vezes vinham junto. Hoje os ácidos hialurônicos que são mais modernos são feitos em laboratório, então eles têm muito menos chance de causar esse tipo de reação. 

Quando voltar a pegar peso, subir e descer escada e fazer atividade física? 

Teoricamente, o paciente pode começar a fazer os exercícios quando não sentir mais dor ou outros sintomas e já tiver interrompido o uso de anti-inflamatórios e a aplicação de gelo.

Demora quanto tempo para a infiltração para dor fazer efeito?

O tempo para o ácido hialurônico começar a fazer efeito é variável, pois depende tanto da lubrificação quanto da resposta do organismo após a aplicação, além da gravidade da doença. 

A infiltração com anestésico começa a fazer efeito alguns minutos depois da aplicação, o efeito do corticoide pode demorar algumas horas até poucos dias. Já o ácido hialurônico pode causar piora na primeira semana, mas a melhora se apresenta entre a primeira e a segunda semana, tendo um efeito maior depois de 15 dias. 

Quanto tempo dura o efeito desses medicamentos? 

O anestésico vai durar algumas horas até poucos dias e o corticoide, principalmente a triancinolona, vai ter um efeito de alívio da dor por algumas semanas até poucos meses. Já o ácido hialurônico pode ter um efeito de meses, até anos. 

A medicina não é uma ciência exata e cada corpo responde ao tratamento de uma forma, sendo assim, alguns pacientes podem não apresentar melhora com o tratamento. No entanto, um paciente bem selecionado, com aplicação feita no lugar correto com o ácido hialurônico ideal e que não apresenta uma artrose muito grave, pode melhorar bastante.

Para saber mais sobre o que leva uma infiltração a não dar certo, leia também este artigo.

A importância do fortalecimento muscular e controle do peso

Após a aplicação de corticoide, anestésico ou ácido hialurônico, é essencial que o paciente mantenha um fortalecimento muscular adequado e controle o peso corporal, especialmente a gordura.

É recomendável evitar atividades de alto impacto, corrigir a alimentação e seguir todos os cuidados complementares para lesões de cartilagem, artrose e tendinopatias.  

Vale ressaltar que em um paciente que já tem artrose e gosta de fazer exercícios de impacto, como maratona, provavelmente o efeito do ácido hialurônico vai durar menos, assim como uma pessoa que não faz atividade de impacto, mas tem uma obesidade que não é tratada. 

Além do mais, em alguns casos, há pacientes que fazem uma única aplicação e permanecem bem por anos sem precisar repetir. Portanto, é indispensável ressaltar a importância da fisioterapia, do fortalecimento muscular e de outras medidas complementares para garantir uma recuperação completa.

Quantas aplicações de ácido hialurônico são necessárias para dor?

Depende da marca escolhida pelo profissional. Existem marcas de ácido hialurônico que requerem 2 ou 3 aplicações, enquanto outras são de dose única. Isso não significa necessariamente que uma é melhor que a outra, mas é evidente que ser submetido a múltiplas injeções pode ser mais incômodo.

Portanto, para garantir um bom resultado sem precisar de tantas aplicações, é indispensável seguir todos os cuidados indicados e buscar um profissional competente.

Agendar uma avaliação com o Dr. Oliver Ulson

Existem riscos e efeitos colaterais da aplicação de medicamentos para dor?

Sim, existem alguns efeitos adversos que podem ser provocados pela infiltração. No caso da aplicação com corticoide, o principal risco é a possibilidade de agravamento da degeneração, ou seja, do desgaste do tecido da cartilagem e do tendão, que pode até romper dependendo da quantidade infiltrada.  

A infiltração de corticoide não é recomendada para a tendinite, epicondilite e fascite, sendo o tratamento com ondas de choque ou a infiltração com ácido hialurônico de baixo peso molecular, opções melhores.

No caso da infiltração com ácido hialurônico, especialmente dentro da articulação, pode ocorrer uma reação alérgica ou rejeição ao produto, resultando em sinovite. Muitas vezes, essa condição melhora com o uso de anti-inflamatórios ou com a infiltração de corticoide na articulação. Em casos raros, pode ser necessária a drenagem para remover o líquido acumulado no joelho. 

Contudo, a complicação mais grave é a infecção, principalmente quando acontece dentro da articulação do joelho, chamada de pioartrite, que ocorre com a formação de pus dentro da articulação. Nesses casos, apenas o uso de antibióticos não resolve, é preciso drenar e lavar cirurgicamente.

Para saber mais, leia também este artigo sobre água no joelho.

Um bom profissional pode ajudar a garantir um bom resultado!

Escolha bem com quem você vai fazer a infiltração, pois com um profissional experiente não só tem mais chance de ter um bom resultado, como também, se der uma complicação, ele se responsabiliza e sabe o que fazer.  

Nenhum médico está isento de complicações, pois cada corpo reage de maneira diferente. No entanto, um bom médico sabe como tratar as complicações quando elas ocorrem.

.          .           .

Espero que este artigo tenha ajudado a esclarecer das dúvidas dos pacientes com interesse ou indicação para a infiltração. Se quiser saber mais sobre esses e outros tratamentos para a dor, acesse o meu canal no YouTube.

Sou Dr. Oliver, médico ortopedista, se você deseja realizar infiltrações no joelho ou obter uma avaliação completa para determinar qual o tratamento mais indicado para você, agende uma consulta! 

Marque uma consulta com o Dr. Oliver Ulson