Sebo de Carneiro: para que serve? Como usar?

Olá, eu sou doutor Oliver, eu sou médico ortopedista, e decidi escrever esse artigo, porque eu já atendi ao longo desses mais de 10 anos de ortopedia, muitos pacientes que usavam sebo de carneiro para dor e inflamação principalmente, mas eu sei também que ele tem outros usos.

Honestamente não é o tipo de coisa que a gente acaba aprendendo durante a faculdade de medicina e na residência médica, então eu resolvi fazer uma pesquisa por conta própria, tanto do que as pessoas falam por aí, quanto o que tem de evidência científica no assunto.

Então nesse artigo eu vou explicar tudo sobre o sebo de carneiro: o que ele é, por que ele pode ajudar como medicamento, quais são as principais indicações, se ele é realmente bom para dor, para a inflamação e cicatrização, e quais são os benefícios, riscos e efeitos colaterais para saúde.

O que eu coloco de diferente aqui nesse texto, é que eu vou colocar um raciocínio médico em cima do que existe, para poder chegar às conclusões que eu estou falando.

Então, eu peço para que leia todo o artigo até o final e aí sim conseguimos chegar a uma conclusão juntos.

Então vamos lá?

Aliás, este é um texto adaptado de um vídeo publicado no meu canal do YouTube:

O que é o sebo de carneiro e como ele é usado?

O sebo de carneiro é o que o próprio nome diz, ele é um óleo obtido a partir da gordura subcutânea de carneiros. Ele é rico em ácidos graxos essenciais e vitaminas lipossolúveis, como a vitamina A e D, por exemplo.

Parece óbvio, mas poderia muito bem ser um nome de planta ou fitoterápico. Então primeiro ponto, se você é vegano ou vegetariano, precisa saber disso, não é fitoterápico, é retirado de um animal, ok?

Além disso, comercialmente o sebo de carneiro, pode ser misturado com creme de ureia, que é muito usado na dermatologia.

Por conta, dessas substâncias, ele costuma ser indicado para doenças de pele, como dermatites e eczemas, além disso, ele também pode ser usado como lubrificante, hidratante e cicatrizante.

E como meus pacientes ortopédicos, costuma ser usado como analgésico e anti-inflamatório. A maioria das vezes foram pacientes com artrites e artroses que eu via usando na forma de creme.

Mas olha gente, fica comigo até o final do artigo, que pelo que pesquisei tem coisa aí que não vejo muito benefício. Ok?

Acredita-se também que o sebo de carneiro, possa ajudar em problemas respiratórios, como bronquite e asma, e problemas cardiovasculares, controlando os níveis de colesterol.

Bom, mas com todos esses benefícios, quem não deve usar e quais os riscos?

O sebo de carneiro é geralmente considerado seguro quando usado de acordo com as recomendações de dosagem. No entanto, alguns efeitos colaterais podem ocorrer.

O primeiro risco/efeito colateral que a gente precisa sempre lembrar são reações alérgicas. Algumas pessoas podem desenvolver sintomas como coceira, inchaço e dificuldade para respirar.

Como o sebo de carneiro é rico em gorduras, o uso excessivo via oral, pode causar diarreia.

Outra coisa importante é que não tem estudos suficientes sobre sebo de carneiro durante a gravidez e amamentação, então é melhor evitar se estiver grávida ou amamentando.

Qual é a dosagem recomendada e como usar o sebo de carneiro de maneira segura e eficaz?

A dosagem recomendada de sebo de carneiro varia dependendo da condição de saúde que está sendo tratada e da forma como ele está sendo usado.

O sebo de carneiro pode ser encontrado em cápsulas, pomadas, cremes e loções.

Ele é geralmente usado externamente como um tratamento para a pele, mas também pode ser tomado internamente como um suplemento alimentar.

Infelizmente, como a quantidade de estudos é baixa, não existe uma conduta uniforme em relação ao uso do sebo de carneiro. Mas em geral, a dosagem recomendada é de 500 a 1.500 mg por dia.

É sempre importante seguir as instruções de dosagem no rótulo do produto e não exagerar no uso.

Também é importante lembra de usar marcas confiáveis com registro e testes laboratoriais. Porque como é um produto de origem animal, podem ter contaminações, que podem fazer muito mal para o seu organismo.

Bom, como eu falei no começo do artigo, o sebo de carneiro é rico em ácidos graxos essenciais, e ácidos graxos nada mais são do que gorduras. E aí surge aquela dúvida.

É seguro usar sebo de carneiro para pessoas com problemas de colesterol?

Antes eu falei que ele poderia abaixar o colesterol, mas não é bem assim.

Não há estudos suficientes sobre o uso de sebo de carneiro em pessoas com problemas de colesterol, então é difícil dizer se é seguro ou não.

Alguns estudos sugerem que o sebo de carneiro pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue, enquanto outros mostram que ele pode aumentá-los.

O termo ácido graxo essencial, não significa que é uma coisa só boa.

Os ácidos graxos essenciais são àquelas gorduras que são importantes para outras atividades no organismo, além da produção de energia e o próprio corpo humano, não consegue sintetizar, então ele precisa obter da dieta.

Mas assim como a gordura de outros animais, os ácidos graxos do sebo de carneiro, são na maioria gorduras saturadas, que podem aumentar o colesterol LDL, que é o colesterol ruim, se consumido em excesso.

Eu sei que aí a gente entra em uma discussão longa, igual a do ovo, que durou décadas e eu não vou entrar nesse mérito nesse artigo, mas se você tem colesterol ruim alto, é melhor consultar um cardiologista e procurar por orientações de mudança do estilo de vida ao invés de usar o sebo de carneiro.

Vamos ter bom senso, gente.

Agora, vem a parte mais importante do artigo: eu vou colocar minha opinião, baseada no que eu levantei de informações sobre a composição do sebo de carneiro, pesquisa científica e fazer um paralelo com o que eu expliquei até agora.

Primeiro ponto, para a gente pensar. O sebo de carneiro tem seus principais efeitos associado a esses ácidos dos graxos essenciais, as vitaminas lipossolúveis e ureia, quando adicionada.

Então para a gente entender para que que serve mesmo o sebo de Carneiro a gente tem que entender para que essas substâncias servem no nosso corpo.

Essas substâncias são principalmente usadas para problemas de pele como cicatrizantes e hidratantes.

Um exemplo disso é o próprio óleo Dersani e o próprio creme de ureia. Então, para essa finalidade eu realmente acho que funciona, mas para usar com essa finalidade precisa lembrar de comprar uma marca boa.

Agora, para os outros usos como anti-inflamatório e no tratamento da dor, eu não acho que tem tanto benefício e eu vou explicar agora o por quê.

Em primeiro lugar, a evidência científica dos efeitos do sebo de carneiro para a saúde é limitada e não está completamente estabelecida.

Alguns estudos em animais e humanos sugerem que o sebo de carneiro pode ter alguns benefícios para a saúde, como melhorar a saúde da pele e reduzir a inflamação.

No entanto, a maioria desses estudos são pequenos e muitos foram realizados apenas em animais, portanto, são necessárias mais pesquisas para confirmar esses resultados.

Primeiro fato para argumentar esse ponto: tirando o sebo de carneiro, você conhece algum remédio para tratar a inflamação que é de ácidos graxos essenciais? Não tem não é, se funcionasse para esse fim já teria algum remédio na farmácia nessa linha.

Eu confesso que foi difícil levantar artigo suficiente sobre o sebo de carneiro para tratar a inflamação, o que é diferente da própolis, por exemplo, que já tem bastante pesquisa, aliás se você não viu, eu tenho um vídeo só sobre a própolis que vale a pena conferir, que na minha opinião, para esse uso é até melhor que o sebo de carneiro.

Enfim, para mostrar como os trabalhos com sebo de Carneiro ainda são muito limitados e tem muito viés eu levantei este artigo científico:

Em primeiro lugar ele é testado em ratos apenas, e não humanos. Ele compara o uso do sebo de Carneiro para tratar a inflamação com e sem o ultrassom que é usado na fisioterapia.

Olhando nessa tabela, se você comparar a redução da inflamação vai ver que os 2 grupos que diminuíram mais o processo inflamatório foram os grupos com ultrassom.

Os grupos com o sebo de Carneiro e massagem e o grupo de massagem com gel estéril, tiveram resultados semelhantes.

E o grupo do ultrassom com gel estéril e ultrassom com o sebo de carneiro tiveram uma diferença muito pequena, que não tem valor estatístico.

Ou seja, os grupos que melhoraram em relação ao controle (que era o grupo que não foi feito nenhum tratamento), foi por causa da massagem ou do ultrassom, porque o resultado entre o sebo de carneiro e o gel de massagem foi igual.

Portanto, não podemos indicar o sebo de carneiro como creme analgésico e anti-inflamatório, mas pode ser uma boa opção como hidratante e cicatrizante. Mas infelizmente, até para isso ainda não tem tantos estudos.

Minha honesta opinião é que se for para gastar dinheiro com alguma coisa que gaste da forma correta, pode que ser futuramente existam estudos comprovando esses efeitos, assim como aconteceu com a arnica e a cúrcuma.

Inclusive eu tenho outros vídeos sobre esses temas e fitoterápicos no meu canal do YouTube e artigos no meu blog. Assim, eu convido para assistir esses vídeos e se você gostou desse conteúdo eu convido para se inscrever no meu canal.

Um grande abraço e até a próxima!

Referência: https://www.scielo.br/j/rbfis/a/XrNMmqxKncsgS4MGCjdMZws/?lang=pt