Se você está com alguma dúvida quanto ao diagnóstico que foi realizado, ou ao tratamento indicado, é sempre bom procurar uma segunda opinião médica, de um especialista, para poder ter a certeza de que tudo foi feito da forma correta e todas as opções foram avaliadas.

Segundo o CREMESP, todo paciente tem o direito de requisitar uma segunda opinião médica, sempre que achar necessário:

“O Código de Ética Médica indica que a chamada “Segunda Opinião Médica” é um direito do paciente e faz parte de sua autonomia no contexto da relação médico-paciente. De acordo com o código, é vedado ao médico opor-se à realização da segunda opinião solicitada pelo paciente ou por seu representante legal. “

Desse modo, uma segunda opinião de um especialista é muito benéfica tanto para o paciente, como para o profissional que deu o primeiro diagnóstico, pois vai ajudar a  tirar dúvidas sobre diagnósticos, exames, tratamentos e outras demandas.

Além disso, ela também vai confirmar o próprio diagnóstico dado e o tratamento a ser seguido, ou expandir a possibilidade de tratamentos que o paciente pode vir a utilizar.

Quando buscar uma segunda opinião?

Description: C:\Users\Lourenço\Desktop\MKT Digital\Ortopedista em São Paulo\Imagens\2a opinião exame.jpg

Algumas vezes os médicos desconhecem certos tipos de tratamentos, terapias ou novas tecnologias que estão sendo utilizadas e por isso acabam sugerindo tratamentos mais tradicionais.

Se você foi diagnosticado com uma enfermidade cujo qual a sugestão de tratamento tenha sido intervenção cirúrgica, saiba que nem sempre isso é o mais indicado em todos os casos.

Atualmente, muitos problemas ortopédicos podem ser resolvidos com opções além dos tratamentos conservadores (medicação) e cirúrgicos.

Entre as opções mais modernas que existem, há uma gama de terapias não-cirúrgicas ou também minimamente invasivas, essa última podendo ser realizada em consultório.

Dentre elas temos:

Terapia por Onda de Choque: é um tratamento não invasivo voltado para o tratar as dores musculoesqueléticas. Ele é realizado com um aparelho que emite ondas acústicas de alta intensidade.

– Infiltração: normalmente feita nos joelhos, tem como objetivo tirar a dor do paciente. Os medicamentos utilizados podem ser anestésicos, corticoides ou ácido hialurônico (viscossuplementação).

– Artroscopia: é uma técnica endoscópica o que permite a visualização do interior das articulações e o tratamento de suas doenças e lesões. É frequentemente usada para tratar o joelho e o ombro, em lesões do manguito rotador, meniscos e instabilidade articular (lesão ligamentar).

Além dessas opções, pode também ser indicado a fisioterapia, fortalecimento muscular, hidroterapia, acupuntura e a utilização de suplementos como, por exemplo, o colágeno.

O Dr. Oliver está sempre disponível para dar sua opinião em casos já previamente diagnosticados, assim como analisar os exames e os possíveis tratamentos.

Esse atendimento também pode ser feito por telemedicina, desde que os exames estejam digitalizados.

Caso ainda tenha alguma dúvida, gostaria de fazer sugestão ou crítica, escreva nos comentários abaixo. Agora, se necessita de consulta médica, realizamos atendimentos como ortopedista em São Paulo (Higienópolis e Itaim Bibi / Jardins) e em Alphaville (região de Barueri e Santana de Parnaíba)

Entre em contato