Fraturas são ocorrências muito comuns em Pronto-Socorros, principalmente em pacientes jovens (crianças e adolescentes) e pacientes idosos. Dados estatísticos atribuem que 30% dos idosos vão sofrer uma queda, por ano.

Apesar da ocorrência de fraturas ser algo bastante comum, na maioria das vezes a recuperação se dá sem maiores complicações. Porém, em casos de traumas causados por impacto de alta energia, como acidentes veiculares ou quedas de grandes alturas, existe a chance da existência de sequelas.

Outro fator que pode causar sequelas são doenças preexistentes que acabam afetando a cicatrização e consolidação óssea, algo mais comum de se ocorrer em idosos.

Complicações de Fraturas

Dependendo do tipo, local e causa da fratura, pode-se ocorrer uma séria de complicações decorrentes desse trauma.

São elas: danos em vasos sanguíneos, lesão ou ruptura de nervo, embolia pulmonar causada por um coágulo, embolia gordurosa, infecção (ocorre em fraturas expostas), síndrome compartimental (resultado de uma lesão muscular).

Além disso, também é possível a ocorrência de lesões nas articulações devido a danos na cartilagem ou tendões presentes no local da fratura. Danos articulares costumam acontecer em geral em fraturas do joelho ou ombro.

Tipos de Sequela

Fora as complicações mencionadas anteriormente, uma das possíveis sequelas decorrente de uma fratura é o encurtamento, alongamento ou a deformidade óssea.

Isso é mais comum de se ocorrer em crianças, pois elas possuem placas de crescimento em seus ossos, que são responsáveis pelo alongamento dos ossos durante a fase de crescimento.

A correção das deformidades ósseas ocorre por meio de uma cirurgia chamada de Osteotomia. Em adultos ela é feita quando a fratura não estava com a redução (alinhamento) adequado quando se consolidou. Essa é uma das cirurgias que o Dr. Oliver é especialista.

Outra possível sequela é a Pseudoartrose, ela ocorre quando uma fratura não apresenta a consolidação óssea esperada. Sua ocorrência é favorecida por diversos fatores como: tabagismo, a diabetes, neuropatias, idade do paciente, condição Clínica e nutricional do mesmo e uso de medicamentos, principalmente anti-inflamatórios.

Seu tratamento muitas vezes é feito por intervenção cirúrgica, com o uso de placas, pinos,  parafusos, hastes e fixadores para promover a consolidação óssea. Essa cirurgia é conhecida como Osteossíntese.

Uma técnica mais moderna, indicada pelo Dr. Oliver é o uso da Terapia de Ondas de Choque, um tratamento não-invasivo que permite a estimulação da regeneração tecidual sem a intervenção cirúrgica. Essa técnica possui uma taxa de sucesso na cicatrização óssea integral de 70%.

Por fim, vamos falar da mais grave das sequelas resultantes de fraturas, a Osteomielite. É infecção óssea que pode atingir a cortical, osso esponjoso e medular óssea, com manifestação aguda ou crônica.

Pode ocorrer por uma disseminação sanguínea de bactérias, após cirurgias ou fraturas expostas. Os ossos mais afetados são o fêmur, a tíbia e o úmero. É uma doença de difícil tratamento e pode evoluir com complicações futuras graves.

Seu tratamento é feito primeiramente através do uso e antibióticos. Caso o tratamento conservador não seja suficiente para eliminar a infecção, é feito o tratamento cirúrgico. Esse poderá ser uma simples limpeza de debridamento, com coleta de material para se identificar a bactéria, e em casos mais graves pode ser feita a ressecção do osso infectado, seguida de reconstrução e alongamento ósseo.

Conclusão

Caso você esteja sentindo alguma dor ou desconforto durante a sua recuperação pós-trauma, entre em contato com um ortopedista, pois você pode estar com um problema mais grave.

Uma avaliação com exame físico complementado por imagens é fundamental para descobrir a causa do problema e poder tratá-lo corretamente . Espero poder ter ajudado no entendimento das diversas possíveis sequelas de uma fratura.

 Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários. Agora, se gostaria de agendar uma consulta, ficarei feliz em poder ajudar.

Ficarei feliz em poder lhe ajudar. Agora se necessita agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri / Santana de Parnaíba) e por telemedicina.

REFERÊNCIAS:

-Tipos de Fraturas (inglês)

-Complicações de Fraturas (inglês)