Tendinite no Pé e Tornozelo

Se outras articulações do corpo humano, como ombros e cotovelos já sofrem com impactos e repetições, imagine os tornozelos? Afinal, são eles que estão logo acima dos pés, os responsáveis diretos por absorver as consequências de atividades como caminhar, correr e saltar. Assim, é natural – principalmente para atletas – que os pés sejam afetados por inflamações nos tendões (estruturas fibrosas que ligam músculos e ossos), as temidas tendinites. E pela íntima ligação, o risco de tendinite nos tornozelos não pode ser ignorado da mesma maneira. Por isto, veremos abaixo as lesões que costumam a articulação, e como a ortopedia pode ajudar. No geral, o quadro de tendinite no pé é provocado pela sobrecarga de esforço – mais comum em atletas – que pode resultar em pequenas fissuras no tendão e, consequentemente, em inflamação. Outras causas são falta de alongamento e fortalecimento muscular, postura inadequada, tipos anormais de pé (plano e cavo), idade avançada, estresse elevado, consumo de bebida alcoólica e tabagismo. pexels tirachard kumtanom 601177 Portanto, recorrer a alongamento e fortalecimento muscular é ótimo para se evitar a tendinite, assim como calçados adequados e exercícios físicos, além avaliação da pisada e análise sobre possíveis irregularidades mecânicas feitas por um ortopedista. Mas se o indivíduo notar sintomas como dor, formigamento, pontada ou fisgada, deve procurar um profissional, para se busque um diagnóstico através de radiografia, ressonância magnética ou ultrassonografia. Confirmado o quadro, recomenda-se, na maioria dos casos, tratamento conservador: exercícios adequados, repouso, massagem e gelo. Para casos mais graves, podem ser necessários medicamentos anti-inflamatórios e sessões de fisioterapia.

Tendinite no calcanhar (Tendão de Aquiles)

Ainda na região do pé, está o calcâneo, o maior osso do pé humano, que “dá forma” ao calcanhar. Já na parte posterior da região, se encontra o Tendão de Aquiles, que, quando inflamado, desencadeia uma série de sintomas. Entre eles, dores no calcanhar e/ou em toda a extensão do tendão de Aquiles; dor e rigidez no pé; incômodo no início da atividade; dificuldade para caminhar; inchaço no local da dor; área espessa e com nódulos. Mas, afinal, o que pode provocar tais sintomas? Atletas profissionais estão entre os alvos, sim, mas os amadores também podem sofrer com a tendinite no calcâneo ao praticarem atividades que exijam demais do tendão de Aquiles enquanto o indivíduo usa as pontas dos pés. Exemplos: corrida ou pedalada em ladeiras e balé. Com o diagnóstico – feito com informações do próprio paciente e ultrassonografia – o ortopedista optará pelo tratamento mais adequado. As opções são aplicação de gelo, repouso e uso de um calçado confortável; e anti-inflamatórios.

Fascite plantar e Esporão

fascia plantar Também no calcanhar, são comuns outras duas lesões distintas que, além de levarem dor aos pacientes, provocam também dúvidas, já que muitas pessoas as confundem devido a semelhanças nas causas e na região dos sintomas. São elas: fascite plantar e esporão. A primeira é a inflamação da fáscia plantar, tecido fibroso que cobre a musculatura da sola dos pés do calcanhar às pontas dos dedos. As causas podem ser obesidade, anormalidades nos pés, sobrecarga em exercícios físicos e idade avançada. E os sintomas mais recorrentes são dores na sola do pé próximas ao calcanhar, principalmente durante os primeiros passos do dia, subidas de escada e atividades físicas intensas, além de inchaço e queimação. Já a segunda consiste numa pequena protuberância óssea, que nasce bem abaixo do calcâneo, exatamente onde a fáscia se prende. As causas são praticamente as mesmas da fascite plantar, mas neste tipo de disfunção, nem sempre há sintomas de dor. Quando é o caso, porém, são sentidas dores no calcanhar e/ou no arco plantar e rigidez na musculatura da panturrilha. Por terem causas e sintomas muito parecidos, a fascite plantar e o esporão podem ser combatidos com tratamentos semelhantes. Os mais recomendados pelos ortopedistas são palmilhas sob medida, analgésicos e anti-inflamatórios, compressa de gelo e exercícios de fisioterapia – no caso do esporão, cirurgias são raríssimas e recomendas apenas para quadros mais graves.

Tendinite no tornozelo

Logo acima do calcanhar está o tornozelo que, assim como o pé, também pode sofrer com o desgaste progressivo dos tendões quando há sobrecarga. E da mesma forma, calçados inadequados e alterações no pé podem ser gatilhos. Os principais sintomas da tendinite no tornozelo são dor, inchaço, rigidez e limitação de movimentos. Detectado o problema – através de relatos do paciente ou raio-x – o ortopedista recomendará gelo, anti-inflamatórios e/ou fisioterapia.

Tibial anterior e posterior

Já acima do tornozelo, está a tíbia, osso popularmente conhecido como “canela”. Em sua base, encontram-se o tendão tibial anterior – que flexiona o dorso do pé – e o tibial posterior – que permite a inversão do pé (virá-lo para dentro) e a flexão plantar (dobrá-lo para baixo). Levam a uma tendinite nos tibiais a sobrecarga, principalmente para quem pratica corridas, e o movimento excessivo de pronação (quando o indivíduo se apoia mais no lado interno do pé ao pisar). Já os sintomas mais comuns são dor e sensibilidade ao toque. Ao sentir algum destes sinais, o paciente deve procurar um ortopedista para o diagnóstico. A partir do resultado dos exames por imagem (ultrassonografia ou ressonância magnética), o profissional indicará o tratamento mais adequado, como: aplicação de gelo; exercícios de alongamento e fortalecimento para a panturrilha; uso de palmilhas ortopédicas. Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários. Agora, se gostaria de agendar uma consulta, ficarei feliz em poder ajudar. Ficarei feliz em poder lhe ajudar. Agora se necessita de agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri / Santana de Parnaíba) e por telemedicina. Referências (em inglês): -Tendinopatias do Pé e Tornozelo -Tendinite no Pé e no Tornozelo -Tendinite Peroneal -Tendinite no Tornozelo