O que é a Terapia por Ondas de Choque?

A Terapia de Ondas de Choque (TOC) é um tratamento não invasivo voltado para o tratamento de dores musculoesqueléticas. Ele é realizado com um aparelho que emite ondas acústicas de alta intensidade.

Elas promovem a regeneração dos tecidos moles, absorção de calcificações, consolidação de fraturas e tratamento de dor crônica.

Essas ondas acústicas, por suas vezes, podem ser de baixa, média ou alta potência. Elas atuam somente no local onde a dor ocorre e têm um índice baixíssimo de efeitos colaterais, quando executada com equipamento adequado e médico qualificado.

Este método não invasivo pode evitar com que o paciente se submeta a eventuais cirurgias, tratando casos de tedinites crônicas, epicondilites, fascíte plantar, e outras enfermidades, como veremos adiante.

Além disso, os pacientes que já foram operados podem fazer uso desta terapia para se recuperarem mais rapidamente como nos casos de pseudoartrose ou eventualmente indicando as ondas de choque para tratar fraturas por estresse.

Muitas pessoas o confundem com o TENS (aquele “choquinho” na fisioterapia), mas são tratamentos completamente diferentes, o TENS trata-se de uma corrente elétrica, enquanto a TOC, uma onda acústica (sonora) de alta energia.

Os efeitos do TENS são utilizados com o propósito exclusivo de analgesia de curta duração, enquanto a TOC promove analgesia de longa duração, pela reparação do tecido lesado.

Como funciona a Terapia de Ondas de Choque?

Como comentado anteriormente, a onda de choque é uma onda acústica (ou sonora) de alta intensidade e curta duração.

Ela promove a formação de cavitações semelhantes a bolhas nos tecidos que promovem microlesões que estimulam a nova cicatrização ou regeneração do tecido com lesão crônica com parada no processo de reparação tecidual.

Gosto de comparar ao efeito da musculação, onde ao exercitarmos os músculos contra resistência, promovemos microlesões nas fibras, que com o passar do tempo, ficar mais fortes através do processo de sobrecompensação.

Aplicação De Terapia De Ondas De Choque Na Perna

Quais os tipos de equipamentos

Os equipamentos de ondas de choque podem ser focais (onde a onda é concentrada em único ponto, geralmente mais profundo) ou radiais (ondas pouca mais dispersas, são mais superficiais e abrangem uma área maior).

Os equipamentos focais permitem tratar lesões mais profundas em estruturas ósseas, como no caso da pseudoartrose de fratura do fêmur e osteonecrose da cabeça do fêmur.

Porém, não pode ser utilizada em qualquer tipo de condição, pois possuem um risco maior de criarem outras lesões, quando não bem indicadas, em estruturas mais profundas como pulmão, cérebro e outras vísceras.

Os equipamentos que produzem ondas radiais conseguem tratar a grande maioria das lesões ortopédicas, exceto em casos específicos como os citados acima.

Permitem tratar com eficiência tendinites crônicas, síndromes miofasciais, pseudoartroses e fraturas mais superficiais, epicondilite medial e lateral, fascíte plantar, entre outros que veremos mais adiante.

Equipamento De Terapia De Ondas De Choque 2

Mas qual seu efeito nos tecidos?

O Tratamento por Ondas de Choque têm a finalidade de:

-Estimular a reparação de determinados tecidos na região afetada permitindo a reorganização das fibras de colágeno do ligamento ou tendão e formação de novos vasos sanguíneos locais.

-Modular a liberação no tecido de substâncias analgésicas, aumentando sua produção, e diminuindo os neurotransmissores da dor.

-Reduzir ou eliminar a dor em pacientes com dores musculoesqueléticas, pelos fatores citados acima.

-Reduzir o tempo de recuperação de lesões musculoesqueléticas (pelos mecanismos acima).

Terapia de ondas de choque Vs infiltração com corticóide

Uma dúvida frequente entre pacientes e profissionais da saúde que não estão familiarizados com a técnica é comparação da infiltração com corticoide com a TOC.

No caso, hoje em dia sabe-se, através de muitos estudos e metanálises, que os efeitos locais dos corticóides é de promover a degeneração dos tecidos como cartilagem e tendões, podendo agravar a longo prazo a lesão.

De fato, os efeitos a curto prazo são mais evidentes quando é utilizado o corticoide, pois seu efeito antiinflamatório e analgésico é imediato, entretanto, em um prazo de poucos meses a piora da dor é maior nos pacientes infiltrados, quando comparados aos tratados com a terapia de ondas de choque.

Assim, muitos médicos contra-indicam a infiltração com o corticoide para tendinopatias, pois além da dor retornar, ela fica mais difícil de tratar com qualquer método, inclusive as ondas de choque.

Vemos na prática clínica que pacientes submetidos ao uso de corticoides necessitam de mais sessões para se recuperar.

Para quem a Terapia por Ondas de Choque é indicada?

A Terapia com Ondas de Choque é indicada para pacientes que já passaram por fisioterapia e realizaram tratamento medicamentoso e não obtiveram os resultados desejados.

Em geral, podemos indicar o tratamento por ondas de choque para atletas profissionais, esportistas amadores, pessoas com doenças ocupacionais, pessoas sedentárias, para acidentados com dores e problemas musculoesqueléticos.

Aqui vai uma lista de enfermidades que podem ser tratadas com a Terapia Ondas de Choque:

  • Dor no cotovelo (epicondilite medial e lateral)
  • Dor no quadril (bursite trocantérica e tendinite glútea)
  • Dor na planta dos pés (fascite plantar)
  • Dor no ombro (tendinite do manguito rotador e cabo longo do bíceps)
  • Dor no calcanhar (fascíte plantar)
  • Dor no joelho (tendinite patelar e da pata de ganso)
  • Tendinite no tendão de Aquiles
  • Tendinites crônicas
  • Lesões ortopédicas crônicas (contraturas musculares, liberação de pontos-gatilho e síndromes miofasciais), comuns em lombalgias e dorsalgias
  • Calcificações no ombro e em outras regiões (como tendinite calcária)
  • Retardo de consolidação de fraturas e pseudoartroses

Aplicações Clássicas Da Terapia De Ondas De Choque 1

Aplicações Clássicas Da Terapia De Ondas De Choque 2

A Terapia Ondas de Choque pode aumentar a irrigação sanguínea na região da aplicação. Além do mais, ela também pode quebrar calcificações. Com isso, é possível reduzir ou até mesmo eliminar a dor no local.

Terapia por ondas de choque contra indicações

Contudo, é preciso observar que esse tipo de terapia não deve ser aplicada em regiões do corpo humano como:

  • Pulmões
  • Coração
  • Cérebro
  • Olhos
  • Abdômen de grávidas

Além disso, outras contra-indicações a serem levadas em consideração:

  • os pacientes com tumores malignos em qualquer região do corpo
  • pacientes com tumores benignos no local da terapia
  • distúrbios e doenças da coagulação
  • lesões agudas (principalmente tendinites)

Vale lembrar, por fim, que o Tratamento por Ondas de Choque tem sido considerado como uma das últimas esperanças para os pacientes com tendinites crônicas antes de uma cirurgia.

Terapia de ondas de choque funciona?

De fato, é uma dúvida frequente entre os pacientes, inclusive criei um post à parte só sobre isso, mas seguem alguns fatores fundamentais para se consiga o melhor resultado possível com o tratamento por ondas de choque:

  1. equipamento adequado: hoje algumas empresas nacionais tentam copiar equipamentos importados, mas nenhum possui as especificações para que se consiga produzir uma onda de choque adequada para estimular os tecidos. “São mais como um equipamento de massagem refinado…”
  2. médico capacitado e certificado: muitos médicos e fisioterapeutas sem formação na área se aventuram na terapia de ondas de choque, nesse sentido é importante ressaltar que o tratamento por ondas de choque é um procedimento médico. Para essa regulamentação procurem um médico membro da SMBTOC (Sociedade Médica Brasileira de Terapia de Ondas de Choque).
  3. indicação adequada:  ainda dentro do problema anterior, pessoas sem formação na terapia aumentam o risco de complicações e maus resultados, ao desconhecer os riscos e limitações do método.
  4. realização adequada de protocolos: seguindo o mesmo raciocínio, pessoas sem formação adequada, não seguem os princípios ou seguem “formulas de bolo”, onde muitas vezes o tratamento deve ser individualizado para a gravidade do problema e sintomas do paciente.
  5. terapias auxiliares da TOC: a correção dos problemas biomecânicos que geraram aquela doença são fundamentais para o bom resultado, a terapia não é milagrosa, se a causa de base persiste, a terapia tem grandes chances de não funcionar.
  6. resultados estatísticos da terapia: como qualquer tratamento na medicina, existe um número de bons e maus resultados. É importante lembrar que os casos onde realiza-se a onda de choque, são casos que não obtiveram sucesso com outros tratamentos, desta forma são casos mais complexos e crônicos.

Retardo De Consolidação

Retardo de consolidação

Retardo De Consolidação Tratado Com Terapia De Ondas De Choque

Tratamento com terapia de ondas de choque

Como é o tratamento de ondas de choque

A Terapia por Ondas de Choque realizada em nossas clínicas tem as seguintes características:

-As sessões são realizadas por mim (Dr. Oliver Ulson), membro da SMBTOC.

-Realizo o tratamento nos bairros de Alphaville, Higienópolis e Itaim Bibi / Jardins.

-Uso de aparelho de ondas de choque importado (BTL empresa européia) de ultima geração que emprega ondas de baixa, média ou alta potência. Aparelho aprovado pelas normas da Anvisa.

-Sessões que podem durar entre 10 e 30 minutos (dependendo do tipo da lesão) e são realizadas na média 3-6 sessões com intervalos de uma a duas semanas entre si.

Esse tratamento não requer uso de medicamentos (anti-inflamatórios e corticóides são contra-indicados durante o tratamento, por inibirem o estímulo do aparelho). Ademais, seu tempo de recuperação é diminuído. Tão logo a terapia termina, o(a) paciente já pode se movimentar da forma como vinha fazendo.

Terapia por ondas de choque – preço por sessão

As sessões realizadas na clínica custam R$400,00, que podem ser pagas através de dinheiro ou cartão de crédito, com direito a recibos de reembolso para aqueles pacientes que possuem convênios médicos, recebendo ressarcimento parcial ou total do valor do tratamento.

Como vimos, os custos agregados ao procedimento requerem equipamentos importados e formação médica capacitada, assim, quando encontram valores abaixo do mercado, sempre alerto aos meus pacientes para que fiquem desconfiados.

Conclusão

Como vimos a terapia é eficaz no tratamento das lesões ortopédicas crônicas e atualmente vem crescendo em indicações para outras áreas, como a urologia e a dermatologia.

No que diz respeito à ortopedia é muito indicada para lesões de partes moles, como tendões e músculos, bem como lesões ósseas como atrasos de consolidação.

Existe uma série de variáveis que interferem no bom resultado do tratamento e o alinhamento com um médico capacitado é fundamental.

Se você gostou do artigo, ficou com alguma dúvida ou gostaria de sugerir algum tema, escreva nos comentários abaixo, e se você teve algum tipo de problema ortopédico e gostaria de agendar uma consulta entre em contato com a clínica e agende uma consulta com Dr Oliver Ulson, ficarei feliz em poder ajudar.

Na clínica Oliver Ulson  é realizada a Terapia Ondas de Choque em Alphaville, em sua unidade localizada na Alameda Grajaú, 614, o mais famoso bairro da cidade de Barueri e Santana de Parnaíba. Da mesma forma, o Dr. Oliver realiza o tratamento de terapia de ondas de choque em São Paulo, nas unidades de Higienópolis e do Itaim Bibi.

Referência (em inglês):

Benefícios da terapia de ondas de choque na medicina esportiva

Vídeo sobre terapia de ondas de choque

Sociedade Internacional do Tratamento de Ondas de Choque

Entre em contato