A Tizanidina foi desenvolvida pela primeira vez nos anos 1960 pelo laboratório farmacêutico Sandoz (atualmente conhecido como Novartis). É um medicamento que pertence a uma classe chamada de relaxantes musculares.

            A tizanidina atua bloqueando a transmissão de sinais nervosos para os músculos, o que ajuda a relaxá-los e a diminuir os espasmos. Ele é usado principalmente no tratamento de espasmos musculares, mas também pode ser usado para aliviar a dor e o desconforto associados a esses espasmos.

            Pode ser usado para problemas na coluna, como torcicolo, lombalgia e dor nas costas e também após cirurgias ortopédicas.       O sirdalud é também muito utilizado no tratamento de espasmos em pacientes com sequela de AVC, doença de Parkinson, esclerose múltipla, mielopatia, Paralisia Cerebral, e outras doenças neurológicas.

            Alguns estudos também sugerem que a tizanidina pode ser eficaz no tratamento da dor crônica, e na melhora da função física em pacientes com fibromialgia.

           A Tizanidina é um medicamento de venda controlada, ou seja, precisa de receita médica para ser adquirido. Geralmente é tomado por via oral, em forma de comprimidos ou cápsulas de 2 e 4mg, que não podem ser partidos ou mastigados.

            A dose geralmente fica em torno de 3 a 4 comprimidos por dia, começando com 2mg, 3 vezes ao dia, e aumenta-se progressivamente de acordo com os efeitos colaterais e terapêuticos. Não deve-se passar a dosagem de 36mg por dia.

           

Entre suas contra-indicações temos, alergias e doenças no fígado. Ele não deve ser usado por crianças, gestantes, mulheres amamentando. Deve-se evitar o uso com álcool, alguns antidepressivos e outros relaxantes musculares, que podem aumentar os efeitos colaterais. Tem que tomar cuidado também com seu uso por idosos e pessoas com doenças nos rins.

            Como qualquer medicamento, pode causar alguns efeitos colaterais, como: sonolência, tontura, náusea, boca seca assim como queda de pressão, náuseas, perda de apetite, fadiga e entre outras.

            É importante falar com o médico ou o profissional de saúde antes de tomar o Sirdalud se você tiver problemas de fígado, doenças respiratórias ou qualquer outro problema de saúde.

            É importante notar que a Tizanidina não trata a causa dos espasmos musculares, mas sim os sintomas. Portanto, é importante tratar a causa do problema. A dosagem e a frequência de uso dependem da gravidade dos espasmos e da resposta individual de cada paciente.

            Além disso, reforço que ele pode interagir com outros medicamentos que você esteja tomando, como sedativos ou outros relaxantes musculares. Portanto, é importante seguir as orientações do médico ou do profissional de saúde.

            Se ficou com alguma dúvida, gostaria de fazer alguma sugestão, ou alguma colocação, escreva abaixo nos comentários. Agora se necessita agendar uma consulta, atendo como ortopedista em São Paulo (Itaim Bibi e Higienópolis) e Alphaville (Barueri / Santana de Parnaíba) e por telemedicina.

REFERÊNCIA:

Bula